Archive for the ‘INDULGENCIAS’ Category

GOTAS DE SANGUE DE CRISTO

junho 7, 2011

GOTAS DE SANGUE DE CRISTO 

Devoção

Consiste em recitar durante 3 anos, cada dia, dois Pai-Nossos, duas Ave-Marias e dois Glórias, em honra das gotas de Sangue que Cristo derramou por nossa salvação.

Explicação

O texto representa uma cópia da carta ditada por Nosso Senhor Jesus Cristo as Santas: Matilda, Bridget e Isabel de Hungria, que pediam a Jesus detalhes sobre sua Paixão antes da crucificação.

Recebe o nome de: “A Oração” e foi encontrada no Santo Sepulcro de Jerusalém no final de 1800.

Se guarda hoje no Vaticano em uma caixa de prata desde que em 5 de Abril de 1890 em Roma a reconheceu o Papa Leão XIII.

A carta relata as Palavras de Cristo em Sua aparição as santas.

“Desci do céu à terra para converter-vos.

Na antiguidade as pessoas eram religiosas e suas colheitas abundantes; no tempo presente, pelo contrário, são escassas.

Se quiseres colher com abundância não deveis trabalhar aos Domingos, pois nos Domingos deveis ir a Igreja e rezar para que Deus perdoe vossos pecados.

Ele vos deu seis dias para trabalhar e um para o descanso e a devoção, para oferecer vossa ajuda ao pobre e assistir a Missa.

As pessoas que disputam contra Minha religião ou lançam calúnias sobre esta Carta Sagrada, serão por Meu amparo abandonadas.

Pelo contrário, aquelas que levem consigo uma cópia desta Carta, se livrarão de morrer por afogamento ou de forma repentina; de morrer de enfermidades contagiosas ou por raio; de morrer sem confissão, se livrarão de seus inimigos e da mão da autoridade injusta, e de todos os seus difamadores e falsos testemunhos.

As mulheres que no tempo de parto se achem em perigo, conservando com elas esta Oração, superarão a dificuldade imediatamente.

Nas casas onde se guarde esta Oração nunca ocorrerá nada de mau: e quarenta dias antes da morte de uma pessoa que possua esta Oração, a Santíssima Virgem lhe aparecerá.

Assim o disse a São Gregório.

A todo fiel que recite durante 3 anos, cada dia, dois Pai-Nossos, duas Ave-Marias e dois Glórias, em honra das gotas de sangue que perdi, lhe concederei as cinco graças seguintes:

1.- A indulgência plenária e remissão de seus pecados.

2.- Estará livre das penas do Purgatório.

3.- Se tiver que morrer antes de completar os três anos, para ele será como se os tivesse completado.

4.- A hora de sua morte, será como se houvesse derramado todo seu sangue pela Santa Fé.

5.- Eu mesmo, descenderei do céu para levar sua alma e a de seus familiares, até a quarta geração.

Que se saiba:

O número de soldados armados era de 150; os que Me arrastaram amarrado foram 23.

Os carrascos, 83; os golpes recebidos em Minha cabeça, 150; em Meu estômago, 108; os pontapés em Meus ombros, 80.

Fui, atado, levado arrastado pelo cabelo 24 vezes; cuspiram sobre Meu rosto 180 vezes; fui golpeado 6666 vezes no corpo; 100 vezes na cabeça.

Fui brutalmente empurrado e as 12h em ponto levantado pelos cabelos; espetado com espinhos e arrancaram a barba 23 vezes; recebi 20 feridas na cabeça; (farpas secas, 72); pontas de espinho em minha cabeça, 110; espinhas mortais na fronte, 3.

Depois fui açoitado e vestido como um rei de burla; as feridas no corpo, 1000.

Os soldados que me levaram ao Calvário foram 608; me olharam 3, e riram de Mim 1008; as gotas de Sangue que perdi foram 28.430.”

S.S. Papa Leão XIII, Roma, 5 Abril, 1890.

Anúncios

QUARESMA INICIO QUARTA FEIRA DE CINZAS

fevereiro 16, 2010

A Quaresma é tempo conversão, tempo de silêncio, de penitência, de jejum e de oração.

Na Igreja é um momento especial porque nos introduz precisamente no mistério quaresmal.

A imposição das cinzas quer demonstrar ; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com os nossos corações preparados, com a nossa alma preparada para Deus.

A Quarta-feira de Cinzas leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor.

Livro das Crônicas que diz: Se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra (II Cr 7, 14).

A  penitência é ofertar algo de que gostamos muito para Deus neste tempo quaresmal. .  Tem de ser algo que o leve à conversão. Exemplo     Ciagarro, pebida, fofoca, Novela…

O Espírito Santo o levará à penitência que você precisa fazer nesta Quaresma.

DE ONDE PROVEM A CINZA?

A cinza procede dos ramos abençoados no Domingo de Ramos, do ano anterior, seguindo um costume que se remonta ao século XII.

Bênção e imposição das cinzas no início da Quaresma
(Quarta-feira de cinzas)

Aceitando que nos imponham as cinzas, expressamos duas realidades fundamentais:

  1. Somo criaturas mortais; tomar consciência de nossa fragilidade, de inevitável fim de nossa existência terrestre, nos ajuda a avalira melhor os rumos que compete dar à nossa vida: “você é pó, e ao pó voltará” (Gn 3, 19). Somo chamado;
  2. Somos chamados a nos converter ao Evangelho de Jesus e sua proposta do Reino, mudando nossa maneira de ver, pensar, agir.

Muitas comunidades sem padre assumiram esse rito significativo como abertura da quaresma anual, realizando-o numa celebração da Palavras.

Veja mais embasamentos bíblicos sobre as cinzas através das seguintes passagens: (Nm 19; Hb 9,13); como sinal de transitoriedade (Gn 18,27; Jó 30,19). Como sinal de luto (2Sm 13,19; Sl 102,10; Ap 19,19). Como sinal de penitência (Dn 9,3; Mt 11,21). Faça uma pesquisa através de todas estas passagens bíblicas, prestando a atenção ao texto e seu contexto, relacionando com a vida pessoal, comunitária, social e com o rito litúrgico da Quarta-feira de cinzas.

Bento XVI concede indulgência plenária com motivo do Ano Sacerdotal

maio 13, 2009

.- O Papa Bento XVI concederá aos sacerdotes e fiéis a indulgência plenária com motivo do Ano Sacerdotal que convocou desde em 19 de junho de 2009 até em 19 de junho de 2010, no que se honrará de maneira especial a São João María Vianney, o famoso Padre de Ars e Patrono dos sacerdotes.

De acordo ao estabelecido no decreto dado a conhecer hoje, assinado pelo Cardeal James Francis Stafford e Mons. Gianfranco Girotti, respectivamente Penitenciário Major e Regente da Penitenciaria Apostólica, o período para lucrar as indulgências plenárias começará com a Solenidade do Sagrado Coração do Jesus, “jornada de santificação sacerdotal” quando o Papa Bento XVI celebre as Vésperas ante as relíquias do santo trazidas a Roma pelo bispo do Belley-Ars.

As modalidades para obter as indulgências são:

“Aos sacerdotes, arrependidos de coração, que rezem qualquer dia as laudes ou vésperas ante Santíssimo Sacramento exposto à adoração pública ou no sacrário e se ofereçam à celebração dos sacramentos, sobre tudo da Confissão, conceder-se-á Indulgência plenária aplicável aos irmãos no sacerdócio defuntos como sufrágio, se conforme com as disposições vigentes se confessarem sacramentalmente, comungarem e rezarem pelas intenções do Pontífice”.

Do mesmo modo, o decreto precisa que “também se concede Indulgência parcial, sempre aplicável aos irmãos no sacerdócio defuntos, cada vez que rezem orações devidamente aprovadas para levar uma vida Santa e cumprir os ofícios que lhes foram confiados”.

“Aos fiéis cristãos, arrependidos de coração que, na igreja ou no oratório assistam a Santa Missa e ofereçam pelos sacerdotes da Igreja orações a Jesus Cristo, Supremo e Eterno Sacerdote e qualquer obra boa cumprida lhes concede Indulgência plenária, sempre que se tenham confessado sacramentalmente e rezem pelas intenções do Papa os dias em que se abre e se enclausura o Ano sacerdotal, no dia dos 150 aniversários da morte de São João María Vianney (4 de agosto de 2009), as primeiras quintas-feiras do mês ou qualquer outro dia estabelecido pelos Ordinários (os bispos) dos lugares para a utilidade dos fiéis”.

O decreto também assinala que “os anciões, os doentes e todos aqueles que por motivos legítimos não possam sair de casa, poderão obter a Indulgência plenária, se com ânimo afastado do pecado e o propósito de cumprir as três condições necessárias apenas lhes seja possível, nos dias indicados rezam pela santificação dos sacerdotes e oferecem a Deus por meio de Maria, Rainha dos Apóstolos, suas enfermidades e sofrimentos”.

Do mesmo modo, concede-se a Indulgência parcial a todos os fiéis cada vez que rezem cinco Pais Nossos, Ave Marias e Glórias, e outra oração devidamente passada “em honra do Sagrado Coração do Jesus para que os sacerdotes se conservem em pureza e santidade de vida”.