Archive for the ‘ROSÁRIO’ Category

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO 07 DE OUTUBRO

setembro 30, 2009

 

Nossa Senhora do Rosário (ou Nossa Senhora do Santo Rosário ou Nossa Senhora do Santíssimo Rosário) é o título recebido pela aparição mariana a São Domingos de Gusmão em 1208 na igreja de Prouille, em que Maria dá o rosário a ele.

Em agradecimento pela vitória da Batalha de Muret, Simon de Montfort construiu o primeiro santuário dedicado a Nossa Senhora da Vitória. Em 1572 Papa Pio V instituiu “Nossa Senhora da Vitória” como uma festa litúrgica para comemorar a vitória da Batalha de Lepanto. A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por ter sido feita uma procissão do rosário naquele dia na Praça de São Pedro, em Roma, para o sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa. Em 1573, Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para “Festa do Santo Rosário” e esta festa foi estendida pelo Papa Clemente XII à Igreja Universal. Após as reformas do Concílio Vaticano Segundo a festa foi renomeada para Nossa Senhora do Rosário. A festa tem a classificação litúrgica de memória universal e é comemorada dia 7 de outubro, aniversário da batalha.

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Nossa Senhora do rosário, dai a todos os cristãos a graça de compreender a grandiosidade da devoção ao santo rosário, na qual á recitação da Ave-Maria se junta profunda meditação dos santos mistérios da vida, morte e ressurreição de Jesus, vosso Filho e nosso Redentor.
São Domingos, apóstolo do rosário, acompanhai-nos com vossa bênção na recitação do terço, para que, por meio dessa devoção a Maria, chequemos mais depressa a Jesus e, como na batalha de Lepanto, Nossa Senhora do rosário nos leve á vitória em todas as lutas da vida.

Por vosso Filho, Jesus Cristo, na unidade do pai e do Espírito Santo.

 

História de  Nossa Senhora do Rosário

 

Na última aparição, em outubro de 1917, a Virgem Maria disse por fim o seu nome: “Sou a Senhora do Rosário”; e voltou a lembrar a recomendação já feita antes: “Continuem a rezar o terço todos os dias”.

Foi durante aquela aparição que Nossa Senhora disse às três crianças: ” … Continuem a recitar o Rosário todos os dias em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz no mundo e o fim da guerra…”

As mensagens transmitidas por Nossa Senhora em Fátima são de proveito para todos nós, rezemos o Santo Rosário; ofereçamos nossas orações  àqueles que mais necessitam, e estaremos alegrando de forma indizível  o Sagrado Coração de Jesus.

Fátima e o Rosário, as crianças de Fátima e Nossa Senhora são palavras profunda e inseparavelmente unidas entre si… Hoje, talvez mais do que nunca, Maria derrama graças sobre aqueles que rezam o terço … Conheça mais sobre a devoção e as graças que recebem aqueles que praticam a reza do terço, bem como a história da última aparição de Nossa Senhora em Fátima.

Por especial desígnio da infinita misericórdia de Deus, Maria Santíssima revelou ao grande São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos, um meio fácil e seguro de salvação: o santo Rosário.

Sempre que os homens o utilizam, tudo floresce na Igreja, na terra passa a reinar a paz, as famílias vivem em concórdia e os corações são abrasados de amor a Deus e ao próximo. Quando dele se esquecem, as desgraças se multiplicam, implanta-se a discórdia nos lares, o caos se estabelece no mundo…

A Ave-Maria, base do Novo Testamento

São Domingos viveu numa época de grandes tribulações para a Igreja.

A terrível heresia dos albigenses se espalhara no sul da França e ameaçava toda a Europa. A profunda corrupção moral dela decorrente abalava os fundamentos da própria sociedade temporal.

Por meio de ardorosas pregações, durante anos tentou ele reconduzir ao seio da Igreja aqueles infelizes que se tinham desviado da verdade. Mas suas eloqüentes e inflamadas palavras não conseguiam penetrar aqueles corações empedernidos e entregues aos vícios.

O Santo intensificou suas orações…Aumentou suas penitências… Fundou um instituto religioso para acolher os convertidos… De pouco ou nada adiantaram seus esforços. As conversões eram poucas e de efêmera duração.

O que fazer? Certo dia, decidido a arrancar de Deus graças superabundantes para mover à conversão aquelas almas, Frei Domingos entrou numa floresta perto de Toulouse e entregou-se à oração e à penitência, disposto a não sair dali sem obter do Céu uma resposta favorável.

Por especial desígnio da infinita misericórdia de Deus,  Maria Santíssima revelou ao grande São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos, um meio fácil e seguro de salvação: o santo Rosário.

Após três dias e três noites de incessantes súplicas, quando as forças físicas já quase o abandonavam, apareceu- lhe a Virgem Maria, dizendo com inefável suavidade: – Meu querido Domingos, sabes de que meio se serviu a Santíssima Trindade para reformar o mundo? – Senhora, sabeis melhor do que eu, porque, depois de vosso Filho Jesus Cristo, fostes Vós o principal instrumento de nossa salvação.

– Eu te digo, então, que o instrumento mais importante foi a Saudação Angélica, a Ave-Maria, que é o fundamento do Novo Testamento. E, portanto, se queres ganhar para Deus esses corações endurecidos, reza meu Rosário.

ROSÁRIO DOS ANJOS

setembro 30, 2009
 
 
 
ROSÁRIO DOS ANJOS
 
Reza-se o Credo com o seguinte acréscimo:
Ó Deus, creio firme e inabalavelmente na existência, na força e no
auxilio dos Vossos servos, os Santos Anjos.
 
Nas contas grandes
 
Deus Onipotente e Eterno, concedei-nos o auxilio dos Vossos exércitos celestes
para que, por eles, permaneçamos preservados dos ataques do inimigo e pelo
Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo e a intercessão da Santíssima
 Virgem Maria, possamos servi-Vos em paz.
 
As cinco dezenas
 
1-Santo Anjo da Guarda, vinde depressa, socorrei-nos, em nome da Santíssima Trindade
e do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor e da Imaculada Conceição.
 
2- São Miguel Arcanjo, vinde depressa e socorrei-nos,em nome da Santíssima Trindade
e do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor e da Imaculada Conceição
 
 
3-São Gabriel Arcanjo, vinde depressa e socorrei-nos em nome da Santíssima Trindade
e do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor e da Imaculada Conceição
 
 
4-São Rafael Arcanjo, vinde depressa e socorrei-nos em nome da Santíssima Trindade
e do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor e da Imaculada Conceição
 
 
5-Santos Anjos e todos os exércitos celestes, vinde depressa e socorrei-nos em nome da
Santíssima Trindade e do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor e da Imaculada Conceição
 
NO FIM DE CADA DEZENA 3x
 
DEUS santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós
DEUS santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós
DEUS santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós
 
À RAINHA DOS ANJOS
 
Ó Maria , Rainha dos Anjos, sede Vós a minha mãe em cada circustância
da minha vida, o meu perpetuo socorro, a consoladora na escuridão, a luz
no meu desamparo, a Mãe de todos!
O vosso manto chama-se obediência, a vossa veste chama-se pureza, a
vossa coroa chama-se humildade.
Ensinai-me tambem tudo isto, para que permaneça valente em todas as
provações, para que me porte, digno de aprovação, como irmão do meu
Anjo e como filho vosso.
Conduzi-me, junto com meu Anjo, pelo caminho íngreme que DEUS me
indica.
Não me deixeis tropeçar, nem desanimar até que tenha alcançado a meta
que Deus me propôs.Amém.
 
 

NOVENA, ROSÁRIO,ORAÇÕES DOS NASCITUROS

janeiro 21, 2009

                 

NOVENA A NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

Novena a Nossa Senhora de Guadalupe
Posto de joelhos diante de Maria Santíssima, fazer a sinal da Cruz, e dizer o ato de contrição.

 

Primeiro Dia
Começar com a oração inicial de todos os dias.
Oh! Santíssima Senhora de Guadalupe!
Essa coroa com que cinges vossa sagrada fronte publica que sois Rainha do Céu e Universo.
Senhora pois como Filha, como Mãe e como Esposa do altíssimo tens absoluto poder e justíssimo direito sobre todas as criaturas.
Sendo isto assim, eu também sou vosso; também pertenço a Vós por mil títulos; mas não me contento com ser vosso por tão alta jurisdição que tens sobre todos; quero ser vosso por outro título, isto é, por eleição de minha vontade quero ser vosso escravo.
Vede que, aqui prostrado diante do trono de vossa Majestade, vos elejo por minha Rainha e minha Senhora e com este motivo quero dobrar o Senhorio e domínio que tens sobre mim; quero depender de Vós e quero que os desígnios que tem de mim a Providência divina, passem por vossas mãos.
Dispõe de mim como vos agrade; os sucessos e lances de minha vida quero que tudo corram por vossa conta.
Confio de vossa benignidade, que tudos o que se endereçaram ao bem de minha alma seja para a honra e glória daquele Senhor que tanto se compadece em todo o mundo. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Segundo Dia
Oh! Santíssima Virgem de Guadalupe! Que bem se conhece que sois Advogada nossa no tribunal de Deus, pois essas lindíssimas mãos que jamais deixam de nos beneficiar, as juntas ante o peito em sinal de quem suplica e rogai, dai-nos com isto a ver que desde o trono de glória como Rainha de anjos e homens fazes também oficio de advogada, rogando e procurando a favor nosso.
Com que afetos de reconhecimento e gratidão poderei pagar tanta fineza?, Sendo que não há em todo meu coração suficiente saldo para pagá-lo.
A Vós recorro para que me enriqueças com os dons preciosos de uma caridade ardente e fervorosa, de uma humildade profunda e de uma obediência pronta ao Senhor.
Esforçai vossas súplicas, multiplicai vossos rogos, e não cesses de pedir ao Todo-poderoso que me faça vosso e me conceda ir a dar-vos as graças pelo feliz êxito de vossa intermediação na glória. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória

 

Terceiro Dia
Oh! Santíssima Virgem Maria de Guadalupe! O que posso crer ao ver-vos cercada dos raios do sol, senão que estás intimamente unida ao Sol da Divindade, que não há em vossa alma nenhuma coisa que não seja luz, que não seja graça e que não seja santidade!
O que posso crer senão que estás unida às divinas perfeições e atributos, e que Deus vos tem sempre em seu coração!
Seja para nosso bem, Senhora tão alta felicidade.
Eu, entre tanto, arrebatado de alegria que isto me causa, me apresento diante do trono de vossa soberania, suplicando que vos dignes enviar um de vossos ardentes raios até meu coração: ilumina com sua luz meu entendimento;
Acende com sua luz minha vontade; fazei que acabe eu de persuadir me de que vivo enganado todo o tempo em que não me empenho em amar a Vós e em amar a meu Deus:
Fazei que acabe de persuadir me de que me engano miseravelmente quando amo alguma coisa que não seja meu Deus e quando não vos amo a Vós por Deus. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Quarto Dia
Oh! Santíssima Maria de Guadalupe! Se um anjo do céu tem por honra tão grande estar a vossos pés e que em prova de sua alegria abre os braços e estende as asas para formar com elas um tapete a vossa Majestade, que deverei eu fazer para manifestar minha veneração a vossa pessoa, não seja com a cabeça, nem com os braços, senão meu coração e minha alma para que a santificando com vossos divinos pés se faça trono digno de vossa soberania?
Dignai, Senhora de admitir este obsequio; não o desprezeis por indigno a vossa soberania, pois o mérito que lhe falta por minha miséria e pobreza o recompenso com a boa vontade e desejo. Entrai em meu coração e verás que não o movem outras asas senão as do desejo de ser vosso e o temor de ofender a vosso Filho diviníssimo.
Forma trono em meu coração, e já não se envilecerá dando-lhe entrada a culpa e fazendo-se escravo do demônio.
Fazei que não viva senão para Jesus e Maria. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Quinto Dia
Oh! Santíssima Virgem Maria de Guadalupe! Que outro vestido corresponderia a quem é um céu por sua beleza, senão um todo cheio de estrelas? Com que podia se adornar uma beleza toda celestial, senão com os brilhos de umas virtudes tão lúcidas e tão resplandecentes como as vossas?
Bendita mil vezes a mão daquele Deus que quis unir em vossa beleza tão imensa uma pureza tão realçada, e honra tão brilhante e rica com uma humildade tão apreciável.
Eu caio, Senhora absorto de beleza tão amável, e quisera que meus olhos se fixassem sempre em Vós para que meu coração não se deixasse arrastar em outro afeto que não seja o amor vosso.
Não poderei conseguir este desejo se esses resplandecentes astros com que estás adornada não infundirem uma ardente e fervorosa caridade, para que ame de todo coração e com todas as minhas forças a meu Deus, e depois de meu Deus a Vós, como objeto digno de que o amemos todos. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Sexto Dia
Oh! Santíssima Virgem Maria de Guadalupe! Que bem serve a vossa soberania esse tapete que a lua forma a vossos sagrados pés! Brilhaste com invicta rainha sob as vaidades do mundo, e sendo superior a toda a criação jamais padeceste o minguante da mais ligeira imperfeição:
Antes de vosso primeiro instante estiveste cheia de graça. Miserável de mim, Senhora que não sabendo me manter nos propósitos que faço, não tenho estabilidade na virtude e somente sou constante em meus viciosos costumes.
Tende piedade de mim, Mãe amorosa e terna; já que sou como a lua em minha inconstância, seja como a lua que está a vossos pés, isto é, firme sempre em vossa devoção e amor, para não padecer os minguantes da culpa.
Fazei que esteja eu sempre a vossos pés pelo amor e a devoção, e já não temerei os minguantes do pecado mas sim procurarei dar me por completo a minhas obrigações, detestando de coração tudo o que é ofensa a meu Deus. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Sétimo Dia
Oh! Santíssima Virgem Maria de Guadalupe! Nada, nada vejo neste lindíssimo retrato que não me leve a conhecer as altas perfeições de que dotou o Senhor a vossa alma inocentíssima.
Esse lenço grosseiro e desprezado; esse pobre mas feliz traje em que se vê estampada vossa singular beleza, dão claro a conhecer a profundíssima humildade que lhe serviu de alicerce e fundamento a vossa assombrosa santidade.
Não vos desdenhaste de tomar a pobre túnica de João Diego, para que nela estampasse vosso rosto, que é encanto dos anjos, maravilha dos homens e admiração de todo o universo.
Pois, como não tenho de esperar eu de vossa benignidade, que a miséria e pobreza de minha alma não sejam embaraço para que estampes nela vossa imagem graciosíssima?
Eu vos ofereço as telas de meu coração. Tomai-o, Senhora em vossas mãos e não o deixeis jamais, pois meu desejo é que não se empenhe em outra coisa que em amar a vós e amar a Deus. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Oitavo Dia
Oh! Santíssima Virgem de Guadalupe! Quão Mistériosa e que acertada esteve a mão do Artífice Supremo, bordando vosso vestido com essa orla de ouro finíssimo que lhe serve de guarnição.
Aludia sem dúvida a aquele finíssimo ouro da caridade e amor de Deus com que foram enriquecidas vossas ações.
E quem duvida, Senhora que essa vossa ardente caridade e amor de Deus esteve sempre acompanhada do amor ao próximo e que por estar triunfante na pátria celestial, nunca vos tem esquecido de nós?
Abre o seio de vossas piedades a quem é tão miserável; dai-lhe a mão a quem caído vos invoca para se levantar;
Cantarei a glória de haver encontrado em mim uma miséria proporcional, mais que todas, a vossa compaixão e misericórdia. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

 

Nono Dia
Oh! Santíssima Virgem de Guadalupe! Que coisa será impossível para Vós, quando multiplicando os prodígios, nem a pobreza nem a grosseria do traje lhe servem de embaraço para formar tão primoroso vosso retrato, nem a voracidade do tempo em mais de quatro séculos tem sido capaz de destroçar nem borra-lo?
Que motivo tão forte é este para alentar minha confiança e suplicarei que abrindo o seio de vossas piedades, de acordo com o amplo poder que vos deu a Divina Onipotência do Senhor, para favorecer aos mortais, vos dignes estampar em minha alma a imagem do Altíssimo que tem borrado minhas culpas!
Não embarace a vossa piedade a grosseria de meus perversos costumes, dignai somente olhar-me, e já com isto alentarei minhas esperanças; porque eu não posso crer que se me olhas não se comovam vossas entranhas sobre o miserável de mim.
Minha única esperança, depois de Jesus, sois Vós Sagrada Virgem Maria. Amém.
Terminar com um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória

Orações para todos os dias

Ato de contrição:
Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, criador e Redentor meu, por ser vós quem sois, e porque vos amo sobre todas as coisas, me pesa de todo coração vos haver ofendido.
Proponho emendar-me e confessar-me a seu tempo e ofereço tudo quanto fizer em satisfação de meus pecados, e confio em vossa bondade e misericórdia infinita, que me perdoeis e me dês graça para nunca mais pecar.
Assim o espero por intercessão de minha mãe, nossa Senhora Virgem de Guadalupe. Amém.
Fazer aqui o pedido que se deseja.
Rezar quatro Salves Rainhas em memória das quatro aparições e logo se reza a oração correspondente a cada dia.

Rosário pela Vida

Salve Rainha


“Deus te Salve, Rainha e Mãe de misericórdia.
Vida, duçura e esperança nossa.
Deus te Salve.
A Ti chamamos os desterrados Filhos de Eva;
A Ti suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia pois, Senhora, advogada nossa volvei a nós Teus olhos misericordiosos.
E depois deste desterro, mostrai-nos a Jesus, fruto bendito de Teu ventre.
0h! clementíssima, 0h! piedosa, 0h! doce Virgem Maria:
Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos de alcançar as promessas de nosso Senhor Jesus Cristo.” Amém.

 

Oração a São Miguel Arcanjo
São Miguel Arcanjo, defendei-nos na batalha sede nosso amparo contra a perversidade e ataques do demônio.
Reprime-o Deus! Pedimos suplicantes.
E tu Príncipe da Milícia Celestial jogai ao inferno a Satanás e os outros espíritos malignos que andam dispersos pelo mundo para a perdição das almas.

Os Mistérios Gozosos

Primeiro Mistério: a Anunciação
“E concebeu por obra do Espírito Santo.”
Roguemos ao Espírito Santo que nos ensine a todos que, desde o momento da concepção, existe no seio materno um ser humano com vida.

Segundo Mistério: a Visitação
“Maria foi com presa a montanha a visitar a sua prima Isabel.”
Roguemos que, a imitação de Maria, sejamos diligentes em acolher as mulheres que estão grávidas.

Terceiro Mistério: o Nascimento do Menino Jesus
Maria, cheia de alegria, abraça a seu Filho, o Salvador.
Roguemos que todas as Mães tenham a dita de ver nascer a seus filhos e abraçar-lhes.

Quarto Mistério: a Apresentação do Menino Jesus no Templo
“E a ti, uma espada traspassará teu coração.”
Roguemos que todos os pais tenham a dita de ver a seus filhos nascer a uma nova vida, e oferecê-los a Deus por meio do batismo.

Quinto Mistério: o Menino Jesus achado no Templo
Roguemos que os matrimonios sem filhos possam ter a felicidade de encontrar e adotar ao filho desejado.

“Oh Jesus meu, perdoai nossos pecados, livrai-nos do fogo do inferno, conduza todas as almas ao céu, especialmente as que mais necessitam de vossa misericórdia.”
Rezar um Pai-Nosso e três Ave-Marias pelas intenções e saúde do Santo Papa.
Rezar uma Salve Rainha e a oração a São Miguel Arcanjo.

Os Mistérios Dolorosos

Primeiro Mistério: a Agonia de Jesus
Roguemos que as mulheres que se angustiam por causa de sua gravidez tenham valor para aceitar sua situação.

Segundo Mistério: a Flagelação
Roguemos por todas as mulheres que sofrerem devido ao trauma do aborto.

Terceiro Mistério: a Coroação de Espinhas
Oferecemos este mistério em reparação pela morte de tantos bebês não nascidos e pelo dano ocasionado a suas mães.

Quarto Mistério: Jesus com a Cruz as costas
Oferecemos este mistério pelos matrimonios que tem perdido filhos a uma idade prematura ou antes de nascer.

Quinto Mistério: a Crucificação e morte de Nosso Senhor Jesus
“Pai, perdoai-lhe.”
Roguemos ao Pai que perdoe a quantos promovem o aborto e participam dele.

“Oh Jesus meu, perdoai nossos pecados, livrai-nos do fogo do inferno, conduza todas as almas ao céu, especialmente as que mais necessitam de vossa misericórdia.”
Rezar um Pai-Nosso e três Ave-Marias pelas intenções e saúde do Santo Papa.
Rezar uma Salve Rainha e a oração a São Miguel Arcanjo.

Os Mistérios Gloriosos

Primeiro Mistério: a Ressurreição de Jesus
Roguemos que todos os que estão vinculados a profissão médica tenham sempre presente seu dever de preservar e proteger a vida humana.

Segundo Mistério: a Ascensão
Roguemos para que os que são perseguidos por creer na dignidade da vida humana, sejam fortalecidos ao contemplar a Cristo orando por eles.

Tercer Mistério: a Vinda do Espírito Santo
Roguemos ao Espírito Santo que ilumine e infunda valor aos que lutam por preservar a inviolabilidade da vida humana.

Cuarto Mistério: a Asunção da Virgem Santíssima
Roguemos para que todos os pais de família aceitem sua misão e sejam fiéis no cumprimento de seus deveres de pais e esposos.

Quinto Mistério: a Coroação da Virgem Santíssima
Roguemos para que todos tenhamos o valor de sofrer unidos a coração Imaculado de Maria, e assim poder participar em seu Triunfo.

“Oh Jesus meu, perdoai nossos pecados, livrai-nos do fogo do inferno, conduza todas as almas ao céu, especialmente as que mais necessitam de vossa misericórdia.”
Rezar um Pai-Nosso e três Ave-Marias pelas intenções e saúde do Santo Papa.
Rezar uma Salve Rainha e a oração a São Miguel Arcanjo.

ORAÇÕES A JUAN DIEGO

Oração I
Oh, Pai Celestial! que concedestes a João Diego ser o confidente da Virgem de Guadalupe e assistir ao nascimento da fé em nosso continente, te pedimos, por sua intercesão, que socorras aos mais necessitados.
Consolai aos enfermos de alma e corpo e concedei que o povo Latino-Americano, unido pela força do amor a nossa doce Mãe de Guadalupe, faça de cada uma de suas casa um templo vivo em onde adoremos a Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina contigo pelos séculos dos séculos. Amém.

Oração II
Vós que fostes escolhido por nossa Senhora de Guadalupe como instrumento para mostrar a vossa gente e ao mundo que o caminho do cristão é o de amor, compaixão, compreensão, valores, sacrificios, arrependimento de nossos pecados, apreço e respeito pela criação de Deus, e acima de tudo, e humildade e obediência.
Vós, que agora sabemos que estás no Reino de nosso Senhor e perto de nossa Mãe, sede nosso anjo e protegei-nos, permanecei conosco enquanto lutamos nesta vida moderna sem saber, a maior parte do tempo, onde fixar nossas prioridades.
Ajudai-nos a orar a Deus, por meio do coração de nossa Senhora de Guadalupe até o coração de Jesus, para obter os dons do Espírito Santo e usá-los para o bem da humanidade e o bem de nossa Igreja. Amém.

A ORIGEM DO SANTO ROSÁRIO

janeiro 20, 2009

AS ORIGENS DO SANTO ROSÁRIO
Deus na obra de salvação dos homens quis associar a Si, como colaboradora Sua, uma Mulher: Nossa Senhora, que tem o grande privilégio de ser a Mãe de Deus, e também exercer por vontade do mesmo Deus, o papel de Corredentora e Medianeira de todas as graças, a maior de todos os intercessores junto ao seu Filho Jesus, diante do trono da Santíssima Trindade.

Como já dizia o maior Santo mariano, São Luis Maria Grignion de Montfort, falando da poderosa eficácia do Santo Rosário: “Ainda que estivésseis na beira do abismo, ainda que já tivésseis um pé no Inferno, ainda que tivésseis vendido vossa alma ao demônio, ainda que fôsseis um herege empedernido e obstinado, vós vos converteríeis mais cedo ou mais tarde e vos salvaríeis – desde que rezásseis todos os dias o Santo Rosário, devotamente, até a morte, para conhecer a verdade e obter a contrição e o perdão dos vossos pecados

 

O Santo Rosário na forma como é rezado hoje foi inspirado à Igreja e dado pela a Santíssima Vírgem a São Domingos no ano de 1214 para converter os hereges albigenses e os pecadores, conforme relatou o Beato Alano de la Roche.

São Domingos vendo que os pecados dos homens impediam a conversão dos hereges, entrou numa floresta próxima a Toulouse e lá passou três dias e três noites em contínua oração e penitência.

Para acalmar a cólera de Deus, não cessava de gemer, de chorar e de macerar o corpo com golpes de disciplina, a ponto de cair esgotado.

 

Nossa Senhora apareceu-lhe então, acompanhada de três Vírgens do Céu, e lhe disse: “Se queres ganhar para Deus esses corações endurecidos, prega o meu Rosário”.

O Santo se levantou consoladíssimo e ardendo de zelo pela a salvação das almas, entrou na Catedral; imediatamente os sinos foram tocados por anjos para reunir os habitantes.

 

No começo da pregação, ouve uma tempestade espantosa; a terra tremeu, o sol se escureceu, trovões e relâmpagos repetidos fizeram estremecer e empalidecer os ouvintes. Seu terror aumentou ainda mais quando viram uma imagem da Santíssima Vírgem exposta em lugar de destaque, erguer os braços três vezes para o Céu para pedir vingança a Deus contra eles, se eles não se convertessem e não recorressem à proteção da Mãe de Deus.

O Céu queria, com esses prodígios, promover a nova devoção ao Santo Rosário e torná-la mais conhecida.
A tempestade cessou afinal, pelas orações de São Domingos. Este prosseguiu a pregação e explicou com tanto fervor e entusiasmo a excelência do Santo Rosário, que quase todos os habitantes de Toulouse o adotaram e renunciaram a seus erros. Em pouco tempo, notou-se uma grande mudança nos costumes e na vida da cidade.
O estabelecimento do Santo Rosário dessa forma prodigiosa nos faz recordar o modo como Deus promulgou sua Lei no Monte Sinai, e torna manifesta a excelência desta santa devoção.
A devoção do Santo Rosário se conservou fervorosa até cerca de cem anos após a sua instituição. Depois, esteve quase sepultada no esquecimento. A malícia e a inveja do demônio com certeza contribuiram para tal esquecimento, e para que assim cessasse o fluxo das graças que o Santo Rosário trazia para o mundo.
A Justiça divina castigou os reinos da Europa, a partir do ano 1349, com a mais terrível peste que jamais se vira. Surgida no Oriente, espalhou-se pela a Itália, Alemanha, França, Polônia, Hungria e devastou todas essas terras, de modo que de cem homens, somente um sobrevivia. As cidades, as aldeias e os mosteiros se despovoaram durante os três anos que durou a epidemia. E a esse flagelo de Deus ainda se seguiram outros.

Quando pela misericórdia de Deus, tais misérias cessaram, a Santíssima Vírgem ordenou ao Beato Alano de la Roche, célebre doutor e famoso pregador da Ordem dominicana, que restabelecesse a antiga Confraria do Santo Rosário.
Desde o estabelecimento do Santo Rosário por São Domingos, até 1460, quando o Beato Alano o restabeleceu por ordem do Céu, ele foi chamado o Saltério de Jesus e de Maria, porque contém 150 Ave Marias, o mesmo número dos Salmo de Davi.

Depois disso, recebeu popularmente o nome de Rosário, que significa coroa de rosas. A Santíssima Vírgem aprovou e confirmou esse nome, revelando a várias pessoas que elas lhe ofereciam tantas rosas agradáveis como quantas Ave Marias, e tantas coroas de rosas como quantos Rosários rezássem.

As crônicas franciscanas contam que um jovem religioso tinha o louvável costume de rezar o terço diariamente, antes da refeição. Um dia, por uma razão qualquer, não o rezou, e quando tocou o sino para o jantar conseguiu do superior enviar um religioso para chamá-lo. Esse religioso o encontrou com a cela toda iluminada por uma luz celestial, e viu a Santíssima Vírgem com dois anjos. À medida que o religioso rezava as Ave Marias, belas rosas saiam de sua boca e os anjos as iam pegando uma após outra e as colocavam sobra a cabeça da Vírgem, que manifestava seu agrado.. Nossa Senhora só desapareceu quando o terço estava totalmente rezado.

O Santo Rosário é, pois, uma grande coroa de rosas e o terço é um diadema, ou uma pequena coroa de rosas celestes que se põe sobre a cabeça de Jesus e de Maria.