Archive for the ‘NOSSA SENHORA’ Category

NOSSA SENHORA AUXILIADORA

maio 24, 2014

Oração a Nossa Senhora Auxiliadora

NOSSA SENHORA  AUXILIADORA

Ó Santíssima e Imaculada Virgem Maria,
terníssima Mãe nossa e poderoso Auxílio dos Cristãos,
nós nos consagramos inteiramente
ao vosso doce amor e ao vosso santo serviço.
Consagramo-vos a mente com seus pensamentos,
o coração com seus afectos, o corpo com seus sentidos
e com todas as suas forças,
e prometemos querer sempre trabalhar
para a maior glória de Deus e a salvação das almas.
Vós, entretanto, ó Virgem incomparável,
que fostes sempre a Auxiliadora do povo cristão,
continuai, por piedade, a mostrar-vos tal,
especialmente nestes dias.
Humilhai os inimigos de nossa Santa Religião
e frustrai seus perversos intentos.
Iluminai e fortificai os Bispos e os Sacerdotes,
e conservai-os sempre unidos
e obedientes ao Papa, mestre infalível;
preservai da religião e do vício a incauta mocidade;
promovei as santas vocações
e aumentai o número dos ministros sagrados,
a fim de que, por meio deles,
se conserve o reino de Jesus Cristo entre nós
e se estenda até os últimos confins da terra.
Suplicamo-vos também, ó dulcíssima Mãe nossa,
lanceis continuamente vossos olhares piedosos
sobre a incauta mocidade rodeada de tantos perigos,
sobre os pobres pecadores e moribundos;
sede para todos, ó Maria, doce esperança,
Mãe de misericórdia e Porta do Céu.
Mas também por nós vos suplicamos, ó grande Mãe de Deus.
Ensinai-nos a copiar em nós vossas virtudes,
e de um modo especial vossa angélica modéstia,
a fim de que, por quanto for possível, com nossa presença,
com nossas palavras e com nosso exemplo,
representemos ao vivo no meio do mundo
a Jesus, vosso bendito Filho,
vos façamos conhecer e amar,
e possamos por este meio salvar muitas almas.
Fazei mais, ó Maria Auxiliadora,
que estejamos todos unidos
debaixo do vosso maternal manto.
Fazei que nas tentações
vos invoquemos logo com toda a confiança.
Fazei, enfim, que o pensamento
de que sois tão boa, tão amável e tão querida,
a lembrança do amor que tendes aos vossos devotos,
nos conforte de tal modo que, na vida e na morte,
saiamos vitoriosos contra os inimigos de nossa alma,
e possamos depois unir-nos convosco no Paraíso. Amen.

Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por nós.

Novena a Nossa Senhora Auxiliadora (more…)

Novena Santa Gravidez de Nossa Senhora.

março 25, 2013


Hoje celebramos o dia da anunciação do anjo a Nossa Senhora.
Publico essa abençoada novena que pode ser rezada diariamente, durante 9 meses: de 25 de março até 25 de dezembro, ou seja, da Anunciação até o Natal do Senhor; ou então, por 9 dias consecutivos, em qualquer época.

Oração: Ó Maria, Virgem Imaculada, Porta do Céu e Causa da Nossa Alegria, respondendo com generosidade ao Anúncio do Arcanjo São Gabriel, Vós pudestes dar curso ao plano de Deus para a minha salvação. Vós fostes, pela Providência Santíssima, desde toda a eternidade, constituída Vaso de Eleição e morada digna do verbo de Deus Encarnado. Pelo vosso “sim” e fidelidade ao Pai Celeste, o Espírito Santo teceu em vosso ventre Nosso Senhor, Javé Salvador.

Eis que desejando que o Filho de Deus que quis nascer em Vós, nasça também em meu coração e conceda-me o perdão de meus pecados, prostro-me aos vossos pés e vos imploro, Nossa Senhora da Achiropita, Aparecida e Rosa Mística, com todo o fervor de minha alma, que vos digneis alcançar-me, do vosso Amadíssimo Filho, a graça que tanto necessito (colocar a graça).

Ouvi minha súplica, ó Virgem Santíssima, Nossa Senhora de Caná e de Pentecostes, Vós que, perante o Trono da Graça, sois a “Onipotência Suplicante”, enquanto vou considerando, com reverência e filial afeto, todos os momentos de dor e de alegria, de desolação e de providência, que vos acompanharam em vossa bendita, augusta e singular Gestação, na qual trouxestes em vosso ventre o Filho do Deus Altíssimo.

E se não bastassem os meus pedidos, ó Senhora dos Remédios, do Bom Parto e do Perpétuo Socorro, ainda vos peço, em virtude de vossos cuidados e suplícios para com Jesus em vosso ventre, por todas as mães grávidas, para que tenham uma boa hora e também por todas aquelas que passam por uma gestação delicada, pelas que são atormentadas pela idéia de abortar seus filhos e pelas que não podem ou não conseguem tê-los.

Ó Senhora do Carmo, das Dores e da Defesa, mão e colo que embalaram Jesus, consolai e recompensai todas as mães que geram filhos para Deus, instruindo-os na fé ou entregando-os para a vida sacerdotal e religiosa.

Nossa Senhora da Anunciação, rogai por nós.

Nossa Senhora de Belém, rogai por nós.

Rezar 9 Ave-Marias, em honra de cada um dos 9 meses em que Jesus esteve no ventre de Nossa Senhora, acompanhadas da seguinte jaculatória:

Benditas sejam a Santa Gravidez e a Imaculada Conceição da Bem-Aventurada sempre Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe.

NOSSA SENHORA DO EQUILIBRIO

maio 16, 2011

Oração a Nossa Senhora do Equilíbrio

Virgem Mãe de Deus e dos homens, MARIA. Pedimos-vos o dom do equilíbrio cristão, hoje tão necessário à Igreja e ao mundo. Livrai-nos de todo o mal; salvai-nos do egoísmo, do desânimo, do orgulho, da presunção e da dureza de coração. Dai-nos tenacidade no esforço, calma no insucesso, humildade no êxito feliz. Abri nossos corações à santidade. Fazei que pela pureza de coração, pela simplicidade e amor à verdade, possamos conhecer nossas limitações.

Alcançai-nos a graça de compreender e viver a Palavra de Deus. Concedei-nos que, pela Oração, Amor e Fidelidade à Igreja na pessoa do Sumo Pontífice, vivamos em comunhão fraterna com todos os membros do Povo de Deus, Hierarquia e fiéis. Despertai-nos profundo sentimento de solidariedade entre irmãos, para que possamos viver, com Equilíbrio, a nossa Fé, afetividade e sexualidade na Esperança da eterna salvação. Nossa Senhora do Equilíbrio, a Vós nos consagramos, confiantes na ternura da vossa maternal Proteção.

Divino Espírito Santo, que deste a Maria todo o equilíbrio emocional e físico, dai-nos a graça de abandonar em vós nossos sentimentos e emoções, desejos e aspirações, a amar acima de tudo a Deus e não querer nada que nos prejudique nem nos afaste da Sua Vontade. Dai-nos a graça da paciência nas demoras, do discernimento para procurar as pessoas certas que nos ajudem, da cura de nossas feridas emocionais provocadas pela falta do amor verdadeiro e de escolhas erradas.

SALVE NOSSA SENHORA APARECIDA

outubro 12, 2010

Blasfêmia

setembro 15, 2010

Um anúncio de sorvete com a fotografia de uma modelo como uma freira grávida foi proibido pelo órgão que regula a publicidade no Reino Unido.

  • PAA Advertising Standards Authority considerou que o anúncio desrespeitava as crenças cristãs

A Advertising Standards Authority (ASA, na sigla em inglês) considerou que o anúncio desrespeitava as crenças cristãs, principalmente de católicos.

A empresa por trás do anúncio, Antonio Federici, no entanto, prometeu exibir posteres semelhantes em parte do trajeto que o Papa Bento 16 fará na capital britânica. A visita de estado do Papa, que começa nesta quinta-feira, é a primeira desde a criação da Igreja Anglicana em 1534.

A peça publicitária mostra uma modelo grávida, vestida de freira, saboreando o sorvete em uma igreja com os dizeres: “Concebido imaculadamente” em referência ao dogma cristão da concepção de Jesus e “Sorvete é a nossa religião”.

Novo anúncio

A empresa britânica responsável pela peça disse que exibirá posteres com imagens semelhantes perto da Abadia de Westminster. A agenda do Papa prevê uma visita à abadia nesta sexta-feira, que será seguida da celebração de uma missa na Catedral de Westminster no sábado.

A empresa não revelou que imagem será exibida no novo anúncio, dizendo apenas que será uma “continuação do tema”. Por meio de uma porta-voz, a empresa disse que a nova peça tem como objetivo “desafiar” a proibição do órgão regulador.

Por meio de um comunicado, a agência reguladora disse não poder fazer comentários sobre anúncios que ainda não foram divulgados, mas que está atuando, nos bastidores, para que o anunciante respeite as diretrizes.

A empresa disse ainda que tem o objetivo de comentar e questionar, usando a sátira e o humor, a relevância e a hipocrisia da religião e a postura da igreja em relação a questões sociais.

O anúncio proibido foi publicado em edições das revistas The Lady e Grazia e recebeu 10 reclamações.

A empresa tentou argumentar que o baixo número de queixas não deveria comprometer a liberdade de expressão com o grande público.

Este é o segundo anúncio de Antonio Federici proibido pela ASA. Em 2009, uma imagem que mostrava um padre e uma freira se preparando para um beijo foi também rejeitada pela agência reguladora.

http://noticias.uol.com.br/bbc/2010/09/15/anuncio-de-sorvete-com-freira-gravida-e-proibido-na-gra-bretanha.jhtm

NOSSA SENHORA DAS DORES 15/09

setembro 15, 2010

Oração à Nossa Senhora das Dores(15 de setembro)
Ó Mãe das Dores. Rainha dos mártires, que tanto chorastes vosso Filho, morto para me salvar, alcançai-me uma verdadeira contrição dos meus pecados e uma sincera mudança de vida.
Mãe pela dor que experimentastes quando vosso divino Filho, no meio de tantos tormentos, inclinando a cabeça expirou à vossa vista sobre a cruz, eu vos suplico que me alcanceis uma boa morte. Por piedade, ó advogada dos pecadores, não deixeis de amparar a minha alma na aflição e no combate da terrível passagem desta vida a eternidade.
E, como é possível que, neste momento, a palavra e a voz me faltem para pronunciar o vosso nome e o de Jesus, rogo-vos, desde já, a vós e a vosso divino Filho, que me socorrais nessa hora extrema e assim direi: Jesus e Maria, entrego-Vos a minha alma.
Amém.

 
 

 
 

TERÇO DAS 7 DORES N S ROSA MYSTICA II

Jesus Crucificado! Ajoelhados aos Vossos Pés, nós vos oferecemos as lágrimas de sangue dAquela que Vos acompanhou no Vosso caminho sofredor da cruz, com intenso amor participante.
 

 
PRIMEIRO MISTERIO

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”
1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

A Espada a traspassar a alma-conforme a profecia do velho Simeão,no templo.
 
 

SEGUNDO MISTERIO

A fuga da Sagrada Família para o Egito.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

TERCEIRO MISTERIO

Nossa Senhora perde o seu Divino Filho por 3 dias.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

QUARTO MISTERIO

O Encontro com Nosso Senhor todo flagelado e carregando a sua pesadíssima cruz às costas.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

QUINTO MISTERIO

A bárbara crucifixão e morte de seu Divino Filho.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

SEXTO MISTERIO

Nossa Senhora recebe em seus braços seu Filho inteiramente chagado e traspassado pela lança.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

SETIMO MISTERIO

Nossa Senhora acompanha o seu Divino Filho à sepultura.

“Ó Jesus,olhai para as lágrimas de sangue daquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no céu”

1-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
2-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
3–“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
4-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
5-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
6-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”
7-“Ó Jesus, atendei as nossas súplicas:Em virtude das lágrimas de sangue da nos Mãe Santíssima.”

Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.
Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.
Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

Oração final

Ó Maria, Mãe de amor, das dores e de misericórdia, nós Vos suplicamos: uni as Vossas súplicas às nossas a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a Quem nos dirigimos em nome das Vossas lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e Se digne conceder-nos com as graças pelas quais Vos suplicamos, a coroa da vida eterna, Amem!

Que as Vossas lágrimas de sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.

Pela Vossa mansidão divina, ó Jesus Crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora.

NATIVIDADE DE NOSSA SENHORA 08 DE SETEMBRO

setembro 8, 2010

Precisamente nove meses depois de comemorar a Imaculada Conceição da Virgem, a Igreja celebra a festividade do seu nascimento. Assim se exprimiu o Padre Antônio Vieira sobre essa celebração:”Quereis saber quão feliz, quão alto é e quão digno de ser festejado o Nascimento de Maria? Vede o para que nasceu. Nasceu para que dEla nascesse Deus.(…)perguntai aos infermos para que nasce esta celestial Menina, dir-vos-ão que nasce para Senhora da Saúde; perguntais aos pobres, dirão que nasce para Senhora dos Remédios; perguntai aos desamparados, dirão que nasce para Senhora do Amparo; perguntai aos desconsolados, dirão que nasce para Senhora da Consolação; perguntai aos tristes, dirão que nasce para Senhora dos Prazeres; perguntai aos desesperados, dirão que nasce para Senhora da Esperança. Os cegos dirão que nasce para Senhora da Luz; os discordes, para Senhora da Paz; os desencaminhados para Senhora da Guia; os cativos para Senhora do Livramento; os cercados, para Senhora da Vitória. Dirão os pleitantes que nasce para Senhora do Bom Despacho; os navegantes, para Senhora da Boa Viagem; os temerosos da sua fortuna, para Senhora do Bom Sucesso; os desconfiados da vida, para Senhora da Boa Morte; os pecadores todos, para Senhora da Graça; e todos os seus devotos, para Senhora da Glória. E se todas estas vozes se unirem em uma só voz, dirão que nasce para ser Maria e Mãe de Jesus” (Sermão do Nascimento da Mãe de Deus).
 
 
ORAÇÃO
 
Oh! Maria santíssima! Eleita e destinada ao eterno pela augustíssima Trindade para Mãe do unigênito Filho do Pai, anunciada pelos profetas, esperada dos Patriarcas, e desejada de todas as gentes; Sacrário e templo vivo do Espírito Santo, sol sem mancha, porque fosteis concebida sem pecado original, Senhora do céu e da terra, Rainha dos anjos; Nós humildemente prostrados vos veneramos, e nos alegramos da solene comemoração anual de vosso felicíssimo Nascimento; E do mas íntimo de nosso Coração vos suplicamos que vos digneis benigna vir a nascer espiritualmente em nossas almas, para que cativadas estas por vossa amabilidade e doçura, vivam sempre unidas a vosso dulcíssimo e amabilíssimo coração.
 

N.SENHORA DAS LAGRIMAS EM SIRACUSA , ITÁLIA

junho 12, 2010

O significado das lágrimas de Nossa Senhora segundo João Paulo II
O Santo Padre João Paulo II, ao consagrar em 1994 o Santuário de Nossa Senhora das Lágrimas em Siracusa, Itália, proferiu este ensinamento catequético sobre o sentido dessa invocação mariana: «Os relatos evangélicos não recordam o pranto da Virgem. Não escutamos seu choro nem na noite de Belém, quando chegou a hora de dar à luz ao Filho de Deus, nem no Gólgota, quando estava ao pé da cruz.

 Nem sequer sabemos de suas lágrimas de alegria, quando Cristo ressuscitou.

Embora a Sagrada Escritura não faça alusão a esse fato, a instituição da fé fala em favor dele. Maria, que chora de tristeza ou de alegria, é a expressão da Igreja que se alegra na noite de Natal, sofre na Sexta-feira Santa ao pé da cruz e se alegra novamente na aurora da Ressurreição. Trata-se da Esposa do Cordeiro,… do livro do Apocalipse (cf. 21, 9).

Conhecemos algumas lágrimas de Maria pelas aparições com as quais Ela de vez em quando acompanha a Igreja em sua peregrinação pelos caminhos do mundo. Maria chora em La Salette, em meados do século passado, antes das aparições de Lourdes, em um período no qual o cristianismo na França enfrentava crescente hostilidade.

Chora também aqui, em Siracusa, ao final da segunda guerra mundial. Pode-se compreender tal pranto precisamente no marco desses fatos trágicos: a imensa hecatombe causada pelo conflito, o extermínio dos filhos e filhas de Israel; e a ameaça para a Europa, vinda do leste, constituída pelo comunismo declaradamente ateu.
Também nesse período chora a imagem da Virgem de Czestochowa, em Lublín: este é um fato pouco conhecido fora da Polônia.
As lágrimas da Virgem pertencem à ordem dos sinais; testemunham a presença da Mãe Igreja no mundo. Uma mãe chora quando vê seus filhos ameaçados por algum mal, espiritual ou físico.
Hoje, aqui em Siracusa, posso dedicar o Santuário da Virgem das Lágrimas. Santuário da Virgem das Lágrimas, nasceste para recordar à Igreja o pranto da Mãe.
Vinde aqui, entre estas paredes acolhedoras, os que estais oprimidos pela consciência do pecado e experimentai aqui a riqueza da misericórdia de Deus e de seu perdão. Guiem-vos até aqui as lágrimas da Mãe. São lágrimas de dor pelos que recusam o amor de Deus.
São lágrimas de oração: oração da Mãe que dá força a toda oração e se eleva suplicante também pelos que não rezam .
São lágrimas de esperança, que abrandam a dureza dos corações e os abrem ao encontro com Cristo redentor .

Oração feita pelo Papa JOÃO PAULO II
Virgem das Lágrimas, olhai com bondade materna a dor do mundo. Enxugai as lágrimas dos que sofrem, dos abandonados, dos desesperados, e das vítimas de toda violência.
Alcançai-nos a todos, lágrimas de arrependimento e vida nova, que abram os corações ao dom regenerador do amor de Deus. Alcançai-nos a todos lágrimas de alegria, depois de ter visto a profunda ternura de vosso coração.»

A história das lágrimas de Nossa Senhora em Siracusa
Estamos no dia 23 de março do ano de 1953. Em Siracusa, encantadora cidade portuária ao sul da Sicília, num bairro conhecido pelas suas nefastas preferências pelo Partido Comunista, dois jovens esposos – Angelo Iannuso e Antonina Giusto – estabelecem sua moradia na rua chamada degli Orti. A princípio, tudo parece correr feliz em sua vida conjugal. Mas a lua-de-mel passou depressa e algo de muito grave vem abalar a quietude daquele novo lar. Com efeito, a senhora Antonina passa a manifestar distúrbios de natureza neurológica, os quais, aliás, iriam complicar também sua gravidez, no seu sexto mês, bem como a vida do nascituro.
Os sintomas apresentados pela paciente eram crises convulsivas, perda da palavra, da capacidade visual e também da consciência. Um quadro patológico peculiar, que iria levantar muitas suspeitas e tornar ainda mais surpreendente e maravilhoso o que viria a ocorrer naquele 29 de agosto de 1953… De fato, nesse dia, após o marido ter saído para trabalhar no campo, a senhora Antonina deitara-se ao final de mais uma de suas crises. Eram 8h30 da manhã. De repente, os seus olhos foram atingidos por uma luz fulgurante e voltaram-se para o quadro de gesso de Nossa Senhora, representando o Coração Imaculado de Maria, que lhe haviam dado como presente de casamento e que estava pendurado na parede, à cabeceira da cama. Dos olhos da imagem estavam brotando duas grossas lágrimas, que foram seguidas de duas outras e de muitas outras mais.
Lágrimas analisadas, comprovadas, …

De início, a jovem gestante imaginou estar tendo alguma alucinação, decorrente de seu estado de enfermidade. Porém, ao constatar que as lágrimas escorriam com intensidade e freqüência cada vez maiores, não tendo forças para levantar-se, chamou aos gritos os seus familiares: “Venham…Venham ver o quadro de Nossa Senhora que chora!”. Então, os parentes acudiram, puderam ver a imagem em prantos e, diante daquele pungente fenômeno, puseram-se também eles a chorar…
Com a velocidade do relâmpago, a notícia correu por toda a rua degli Orti e alastrou-se através de todo o bairro de fama tristemente esquerdista, fazendo confluir uma multidão de curiosos e de fiéis que se apinhavam para constatar, com os próprios olhos, aquele extraordinário acontecimento. Mas não ficou apenas nisso: para a felicidade e comoção de todos, estando a lacrimação num fluxo ininterrupto, eles puderam embeber seus lenços e flocos de algodão para conservar as primeira relíquias daquela pungente cena.
Devido ao enorme afluxo de gente, o quadro do Imaculado Coração de Maria foi instalado na sacada da janela que dava para a rua. Ali, enquanto as faces da imagem continuavam sendo regadas por aquele precioso líquido, havia um ambiente sereno mas filial: ninguém gritava freneticamente anunciando o milagre, ninguém se agitava, ninguém se desencadeava em tempestades emotivas…

Analisando esse equilibrado comportamento social, o Professor Giuseppe Marino, neuro-psiquiatra de fama internacional e especialista em patologias nervosas, especialmente nas que se referem ao campo místico-religioso, declarou: “As ‘alucinações’ eram vistas concretizar-se numa realidade palpável, representada pela fluente cascata de pérolas que, como ficou demonstrado depois nos diversos laboratórios de análises clínicas, eram lágrimas nas quais notou-se a presença de água distilada, cloreto de sódio e partículas infinitesimais de substância protéica” – elementos que constituem uma lágrima humana.

… que repercutem em todo o mundo…
O prodigioso pranto prolongou-se, com intervalos irregulares, durante quatro dias. E, assim, puderam-se contar aos milhares as testemunhas provenientes de todas as categorias sociais e de várias nacionalidades, porque a imprensa local alardeara logo o ocorrido, atraindo imediatamente a atenção da imprensa italiana e, como um rastilho de pólvora, à estrangeira. Ao mesmo tempo, cine-amadores de todo o mundo filmaram impressionantes seqüências da lacrimação, as quais hoje estão reunidas numa colossal coletânea realizada pelo Pe. Sbriglio, do PIME, aos cuidados técnicos da SONY.
Entrementes, o Arcebispo local, Mons. Ettore Baranzini, julgou melhor proibir momentaneamente os seus sacerdotes, religiosos e freiras de se aproximarem do local do prodígio. Ademais, pediu orientações para dois peritos na matéria – o Cardeal Shuster e o Pe. Gemelli – além de incumbir pessoas de sua inteira confiança de reunirem todos os elementos (inclusive algumas testemunhas sob juramento) para a redação de um relatório fidedigno a ser enviado para o competente Tribunal Eclesiástico. Também devia fazer parte desse dossiê o parecer de uma conspícua comissão médica constituída de 14 membros, incluindo-se até o Dr. Michele Cassola, conhecido por seu agnosticismo religioso. O veredito da mesma havia sido de que se tratava, efetivamente, de “lágrimas humanas”.
… e operaram maravilhas
Naqueles dias, Don Giuseppe Tomaselli, um sacerdote salesiano de Catânia, cidade próxima de Siracusa, depois de ter dado pouca importância ao fato noticiado pelos jornais, mudou de idéia e resolveu ir pessoalmente ao local onde ocorriam aqueles portentos. A imagem miraculosa já havia sido instalada na praça vizinha à rua degli Orti, para poder abarcar a multidão de peregrinos que vinham pedir – e quantos obtinham! – as curas da alma e do corpo.

O sacerdote acompanhou e presenciou tais e tantas graças ali concedidas, que resolveu escrever sobre esses fatos um livro bem detalhado ao qual deu o título História de Nossa Senhora das Lágrimas, que passou a ser uma das melhores obras de consulta sobre esse prodígio mariano.

 Imagem de PADRE PIO no Santuário

Sagrada Família no jardim do Santuário

SITE:

http://www.madonnadellelacrime.it/

NOSSA SENHORA DE LOURDES

fevereiro 11, 2010

As aparições de Nossa Senhora de Lourdes começaram no dia 11 de fevereiro de 1858, quando Bernadette Soubirous, camponesa com 14 anos, foi questionada por sua mãe, pois afirmava ter visto uma “dama” na gruta de Massabielle, cerca de uma milha da cidade, enquanto ela estava recolhendo lenha com a irmã e um amigo.[1] A “dama” também apareceu em outras ocasiões para Bernadette até os dezessete anos. Bernadette Soubirous foi canonizada como santa, e muitos católicos acreditam que suas visões seriam da Virgem Maria. A primeira aparição da “Senhora”, relatada por Bernadette foi em 11 de fevereiro. O Papa Pio IX autorizou o bispo local para permitir a veneração da Virgem Maria em Lourdes, em 1862. Em 11 de Fevereiro de 1858, Bernadette Soubirous foi com a irmã Toinette e Jeanne Abadie para recolher um pouco de lenha, a fim de vendê-la e poder comprar pão. Quando ela tirou os sapatos e as meias para atravessar a água, junto à gruta de Massabielle, ela ouviu o som de duas rajadas de vento, mas as árvores e arbustos não se mexaram. Bernadette viu uma luz na gruta e uma menina, tão pequena como ela, vestida de branco, com uma faixa-azul presa em sua cintura com um rosário em suas mãos em oração e rosas de ouro amarelo, uma em cada pé. Bernadette tentou manter isso em segredo, mas Toinette disse a mãe. Por essa razão ela e sua irmã receberam castigo corporal pela sua história.[2][3] Três dias depois, Bernadete voltou à gruta com as outras duas meninas. Ela trouxe água benta para utilizar na aparição, a fim testá-la e saber se não “era maligna”, porém a visão apenas inclinou a cabeça com gratidão, quando a água foi dada a ela.[4] Em 18 de fevereiro, ela foi informada pela senhora para retornar à gruta, durante um período de duas semanas. A senhora teria dito: “Eu prometo fazer você feliz não neste mundo, mas no próximo”.[5] Após a notícia se espalhar, as autoridades policiais e municipais começaram a ter interesse. Bernadette foi proibida pelos pais e o comissário de polícia Jacomet para ir lá novamente, mas ela foi assim mesmo. No dia 24 de Fevereiro, a aparição pediu oração e penitência pela conversão dos pecadores. No dia seguinte, a aparição convidou Bernadette a cavar o chão e beber a água da nascente que encontrou lá. Como a notícia se espalhou, essa água, foi administrada em pacientes de todos os tipos, e muitas curas milagrosas foram noticiadas. Sete dessas curas foram confirmados como desprovidas de qualquer explicação médica pelo professor Verges, em 1860. A primeira pessoa com um milagre certificado era uma mulher, cuja mão direita tinha sido deformada em conseqüência de um acidente. O governo vedou a Gruta e emitiu sanções mais duras para alguém que tentasse chegar perto da área fora dos limites. No processo, as aparições de Lourdes tornaram-se uma questão nacional na França, resultando na intervenção do imperador Napoleão III, com uma ordem para reabrir a gruta em 4 de Outubro de 1858. A Igreja decidiu ficar completamente longe da polêmica.

Bernadette, conhecendo as localidades bem, conseguiu visitar a gruta à noite, mesmo quando vedada pelo governo. Lá, em 25 de março, a aparição lhe disse: “Eu sou a Imaculada Conceição” (“que soy era Immaculada concepciou“). No domingo de Páscoa, 7 de abril, o médico examinou Bernadette e observou que suas mãos seguravam uma vela acesa e mesmo assim não possuiam qualquer queimaduras.[6] Em 16 de Julho, Bernadette foi pela última vez à Gruta e relatou que “Eu nunca a tinha visto tão bonita antes“.[6] A Igreja, diante de perguntas de nível nacional, decidiu instituir uma comissão de inquérito, em 17 de Novembro de 1858. Em 18 de Janeiro de 1860, o bispo local declarou que: “A Virgem Maria apareceram de fato a Bernadette Soubirous“.[6] Estes eventos estabeleceram o culto mariano de Lourdes, que, juntamente com Fátima, é um dos santuários marianos mais freqüentados no mundo, ao qual viajam anualmente entre 4 e 6 milhões de peregrinos.

A veracidade das aparições de Lourdes não são um artigo de fé para os católicos. Não obstante todos os últimos Papas visitaram este local. Bento XV, Pio XI e João XXIII foram quando ainda eram bispos, Pio XII, como delegado papal. Ele também declarou uma peregrinação a Lourdes em uma encíclica na comemoração sobre o 100º aniversário das aparições, completados em 1958. João Paulo II visitou Lourdes três vezes e o Papa Bento XVI concluiu uma visita lá em 15 de setembro de 2008 para comemorar o 150º aniversário das aparições em 1858.

Em 18 de janeiro de 1862, Dom Laurence, bispo de Tarbes, deu a declaração solene: “Inspirados pela Comissão composta por sábios, doutores e experientes sacerdotes que questionaram a criança, estudaram os fatos, examinaram tudo e pesaram todas as provas. Chamamos também a ciência, e estamos convencidos de que as aparições são sobrenaturais e divinas, e que por conseqüência, o que Bernadette viu foi a Santíssima Virgem Maria. Nossas convicções são baseadas no depoimento de Bernadette, mas, sobretudo, sobre as coisas que têm acontecido, coisas que não podem ser outra coisa senão uma intervenção divina.”[7]

A Igreja Católica celebra uma missa em honra de Nossa Senhora de Lourdes (memória facultativa), em muitos países, em 11 de fevereiro de cada ano – o aniversário da primeira aparição. Havia uma longa tradição de interpretar o Cântico dos Cânticos (4,7) – “Tu és toda formosa, meu amor, não há mancha em ti“, como uma alegoria à imaculada conceição e às aparições de Lourdes, isso até a reforma litúrgica na sequência do Concílio Vaticano II.

O Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, é uma área com várias igrejas e outras instituições construída em torno da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, na cidade de Lourdes, França. Este terreno é propriedade administrada pela Igreja, e tem várias funções, incluindo atividades devocionais, escritórios e alojamentos para peregrinos doentes e seus ajudantes. O Santuário inclui a Gruta, torneiras próximas que dispensam a água de Lourdes, e os escritórios do departamento médico de Lourdes, bem como várias igrejas e basílicas. Compreende uma área de 51 hectares, e inclui 22 lugares distintos de culto.[8] Há seis línguas oficiais faladas no Santuário: Francês, Inglês, Italiano, Espanhol, Holandês e Alemão.

O SANTUARIO ACESSE AO VIVO 

www.lourdes-france.org/index.php?contexte=en&id=405

NOSSA SENHORA IMACULADA CONCEIÇÃO

dezembro 3, 2009
A Imaculada Conceição é segundo o dogma católico, a concepção da Virgem Maria sem mancha (“mácula” em latim) do pecado original. O dogma diz que, desde o primeiro instante de sua existência, a Virgem Maria foi preservada por Deus, da falta de graça santificante que aflige a humanidade, porque ela estava cheia de graça divina. Também professa que a Virgem Maria viveu uma vida completamente livre de pecado.

A festa da Imaculada Conceição, comemorada em 8 de dezembro, foi definida como uma festa universal em 1476 pelo Papa Sisto IV. A Imaculada Conceição foi solenemente definida como dogma pelo Papa Pio IX em sua bula Ineffabilis Deus em 8 de Dezembro de 1854. A Igreja Católica considera que o dogma é apoiado pela Bíblia (por exemplo, Maria sendo cumprimentada pelo Anjo Gabriel como “cheia de graça“), bem como pelos escritos dos Padres da Igreja, como Irineu de Lyon e Ambrósio de Milão.  Uma vez que Jesus tornou-se encarnado no ventre da Virgem Maria, era necessário que ela estivesse completamente livre de pecado para poder gerar seu Filho.

Nossa Senhora de Lourdes

Em 1858 Bernadete Soubirous, afirmou ter visto uma aparição que se autodenominou de “Imaculada Conceição” na localidade de Lourdes, diocese de Tarbes na França. O caso foi submetido às autoridades civis locais e eclesiásticas, após o que o bispo de Tarbes deu por confirmadas as aparições como sendo da Virgem Maria. As autoridades civis francesas se viram impotentes para impedir a devoção de milhares de peregrinos na época, atualmente Lourdes se transformou num lugar de peregrinação internacional de milhões de católicos devotos da Virgem Maria.

No dia 8 de dezembro de 2007 o papa Bento XVI, após a recitação do Angelus, comentou que nesta festa solene se recorda que “o mistério da graça de Deus envolveu desde o primeiro instante de sua existência à criatura destinada a converter-se na Mâe do Redentor, preservando-a do contágio com o pecado original. Ao contemplá-la, reconhecemos a altura e a beleza do projeto de Deus para cada ser humano: chegar a ser santos e imaculados no amor (Efésios 1, 4), a imagem de nosso Criador.

ORAÇÃO

Virgem Santíssima, que fostes concebida sem o pecado original e por isto merecestes o título de Nossa Senhora da Imaculada Conceição e por terdes evitado todos os outros pecados, o Anjo Gabriel vos saudou com as belas palavras: “Ave Maria, cheia de graça”; nós vos pedimos que nos alcanceis do vosso divino Filho o auxílio necessário para vencermos as tentações e evitarmos os pecados e, já que vós chamamos de Mãe, atendei-nos com carinho maternal e ajudai-nos a viver como dignos filhos vossos. Nossa Senhora da Conceição, rogai por nós.

Oração composta por São Pio X:

Virgem santa que agradastes ao Senhor a ponto de tornar-se sua Mãe, Virgem Imaculada em vosso corpo, em vossa alma, em vossa fé, em vosso amor, olhai com bondade os infelizes que imploram vossa poderosa proteção.
A serpente infernal contra a qual foi lançada a primeira maldição continua a combater e a tentar os  pobres filhos de Eva.
Vós, nossa Mãe abençoada, nossa rainha, nossa advogada, vós que esmagastes a cabeça do inimigo desde o primeiro instante de vossa Conceição, recebei nossas orações e, nós vos suplicamos,  unidos num único coração, apresentai-as diante do trono de Deus, para que nunca nos deixemos cair nas armadilhas que nos são preparadas, mas que cheguemos todos ao porto da Salvação e que, no meio de tantos perigos, a Igreja e a sociedade cristã cantem mais uma vez o hino da liberdade, da vitória e da paz.   Amém

NOVENA DA IMACULADA CONCEIÇÃO
Coroada de doze estrelas

Indulgência: 300 dias cada vez, plenária se todo mes (Pio IX)

Ave-Maria Puríssima, concebida sem pecado!

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amem. 

Louvemos e demos graças à Trindade Augusta de Deus que nos mostrou a Virgem vestida de sol, calçada de lua e coroada de doze estrelas (Pai Nosso)

Louvemos e demos graças ao Pai Eterno qne escolheu Maria para Filha (Glória ao Pai)

1) Louvado seja o Pai Eterno que predestinou Maria para Mãe do seu Filho (Ave Maria)
2) Louvado seja o Pai Eterno que preservou Maria de toda a culpa (Ave-Maria)
3) Louvado seja o Pai Eterno que adornou Maria com todas as virtudes (Ave Maria)
4) Louvado seja o Pai Eterno que deu a Maria por esposo o puríssimo São José (Ave Maria)  

Louvemos e demos graças ao Filho de Deus, que escolheu Maria Para sua Mãe (Glória ao Pai)

5) Louvado seja o Filho de Deus que se encarnou e habitou em Maria Santíssima (Ave Maria)
6) Louvado seja o Filho de Deus que nasceu de Maria sempre Virgem (Ave Maria)
7) Louvado seja o Filho de Deus que deu a Maria todo poder (Ave Maria)
8) Louvado seja o Filho de Deus que nos deu Maria por Mãe (Ave Maria)  

Louvemos e demos graças ao Espírito Santo que escolheu Maria por sua esposa (Glória ao Pai)

9) Louvado seja o Espírito Santo por quem Maria foi Virgem e Mãe (Ave Maria)
10) Louvado seja o Espírito Santo por quem Maria foi templo da SS. Trindade (Ave Maria)
11) Louvado seja o Espírito Santo por quem Maria foi assunta ao Céu (Ave Maria)
12) Louvado seja o Espírito Santo por quem Maria foi medianeira de todas as graças (Ave Maria)

V/ Bendita seja a Santa e Imaculada Conceição.
R/ Da Bem-aventurada Virgem Maria.

V/ Ó Maria concebida sem pecado.
R/ Rogai por nós que recorremos a Vós.