Archive for dezembro \14\UTC 2012

SÃO JOÃO DA CRUZ 14 DE DEZEMBRO

dezembro 14, 2012

sao joao da cruzNovena a São João da Cruz

Ato de Contrição

Senhor meu Jesus Cristo, que quisestes tomar forma de servo e nascer de uma Virgem Puríssima, morrendo em uma cruz para livrar-me do pecado e do inferno, de acordo com vossa infinita caridade, tende piedade de mim, pobre pecador, que, oprimido com o peso de minhas culpas e confessando sua malicia, me arrependo delas, e me pesa do íntimo de meu coração de tê-las cometido, por ser ofensas a vossa bondade imensa, a quem amo sobre todas as coisas.

Proponho firmemente, com o auxilio de vossa graça, nunca mais pecar.  Fazei Senhor, pelos méritos e intercessão de vosso fiel servo São João da Cruz, que não me renda às tentações do comum inimigo, antes bem me mantenha constante no propósito que faço de não ofender-vos mais, e assim consiga, com vossa graça, perseverar em vosso amor até o último instante de minha vida, para continuar amando-vos, bendizendo-vos e adorando-vos por toda a eternidade no céu. Amém.

Oração Preparatória para todos os dias

Clementíssimo Deus, que por vossa imensa piedade quisestes que São João da Cruz fosse desde menino inclinado a todo gênero de virtudes, e com seu exercício alcançasse ser muito amado de Vós e de nossa Santíssima Mãe, comunicando-lhe muitas graças e singulares favores,

Vos suplico humildemente, por sua intercessão e merecimentos, que me concedais pureza de alma e corpo com as demais virtudes que este glorioso Santo praticou toda sua vida, a fim de que, imitando-lhe neste exercício, mereça, como ele, ser amparado por Vós e por vossa mãe Santíssima nesta vida pela graça, e depois estar para sempre em sua companhia na glória. Amém.

Primeiro Dia

Oração:

Glorioso São João da Cruz, que desde vossa infância fostes terno amante de Maria Santíssima e da cruz de seu Santíssimo Filho,merecendo por este amor ser protetor singular das almas aflitas e desconsoladas:

Vos suplico, Pai meu, interponhais vossos rogos para com Mãe e Filho a fim de que me concedam viva fé, firme esperança, fervente caridade e terníssimo amor à cruz de meu Senhor, em cujo exercício viva e mora amparado sempre de sua graça, e também consiga, se me convém, o que peço nesta  novena. Amém.

No final de cada dia rezar três Pai-Nossos e Ave-Marias, em reverência dos três singulares favores que Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe lhe dispensaram, e depois se fará o pedido, concluindo com a oração final.

Segundo Dia

Oração:

Glorioso e excelso Pai meu, São João da Cruz, que, sendo ainda de poucos anos, crucificastes vosso corpo com muitos rigores e penitências, para assemelhar-vos no possível ao que por nosso amor padeceu na cruz:

Vos suplico, Pai meu amantíssimo, que intercedais com nosso Senhor Jesus Cristo para que me infunda espírito de penitência, a fim de que sofra por seu amor os trabalhos e dores que me enviar; e desta maneira, satisfazendo as inumeráveis ofensas que lhe tenho feito, e purificada minha alma com tão saudável exercício, mereça estar para sempre em vossa companhia na glória, e também alcance o que peço nesta novena, se me convém. Amém.

Terceiro Dia

Oração:

Amantíssimo Pai  meu São João da Cruz, que por vossa  continua oração merecestes o renome  de doutor extático e luz especialíssima para governar as almas e faze-las adiantar no caminho da virtude:

Vos suplico humildemente que, como Pai  e Diretor iluminado, ilumineis a minha  com as luzes de vossa  celestial doutrina, e a inclineis ao exercício santo da oração, com o qual, desprendida de todo o terreno, venha a amar só a Deus e as coisas do céu, e assim  possa alcançar  de Sua Divina Majestade perseverança no bem  fazer, e também, se me convém a graça  que peço nesta  novena. Amém.

Quarto Dia

Oração:

Oh Pai meu amantíssimo São João da Cruz! Espelho de paciência e fortaleza, que para glória de Deus e bem de vossa reforma sofreste inumeráveis trabalhos e penalidades, gloriando-vos, como outro Paulo, nos opróbrios e contradições:

Vos suplico, Santo meu, me alcanceis de nosso bom Deus que sofra eu com paciência e igualdade de animo tudo o que me suceder adverso, a fim de que, padecendo minhas penas e amando aos que me as causem, pela glória de meu Senhor se purifique minha alma da escória de suas culpas e adiante nas virtudes, com cujo exercício mereça alcançar o premio prometido aos que padecem com fortaleza por Deus e sua glória, e também consiga, se me convém a graça que peço nesta novena. Amém.

Quinto Dia

Oração:

Glorioso Pai meu São João da Cruz, que pelo grande poder que vos concedeu o Senhor sobre os demônios, e pelos muitos que expelistes das almas e corpos, os chamavam o “Milagreiro”: vos suplico humildemente que exerciteis comigo essa mesma insigne caridade e comPaixão, alcançando me de Sua Divina Majestade me conceda vitória contra todas as tentações e sugestões com que me tente o infernal inimigo, não somente durante a vida, senão também na hora de minha morte; para que, vivendo e morrendo com esta celestial graça, consiga o prêmio que Deus tem preparado para os justos em seu Santíssimo Reino, e também alcance o favor que suplico nesta novena, se me convém. Amém.

Sexto Dia

Oração:

Glorioso Pai meu São João da Cruz, que por vossa pura e casta vida merecestes que Deus e sua mãe Santíssima vos concedessem a graça de reprimir os movimentos e desejos impuros dos que os olhassem, e por este meio e vosso grande espírito fizestes em muitas almas singulares conversões:

Vos suplico, Pai meu, que vos compadeceis de minha fraqueza nesta matéria, e me alcanceis de Deus, por meio de sua Santíssima Mãe, a virtude de uma castidade perfeita, para que, vivendo limpo de alma e corpo, possa algum dia gozar da glória eterna e consiga agora o que peço nesta novena, se me convém. Amém.

Sétimo Dia

Oração:

Bendito e glorioso Pai meu São João da Cruz, que por vossa insigne humildade merecestes ser chamado o “Mínimo Grande”, e por vossa excelsa sabedoria o “Doutor Místico e querúbico”, vos suplico, Pai amoroso, me alcanceis de Deus que seja eu humilde de coração, para que conhecendo minha baixeza e defeitos, me aparte das vaidades e honras mundanas e sofra resignado os desprezos que me fizerem; e assim, caminhando com a luz de vossa doutrina pela senda do nada, venha a possuir tudo em Deus, mediante sua divina graça, e também o que vos suplico nesta novena, se me convém. Amém.

Oitavo Dia

Oração:

Oh glorioso Pai meu São João da Cruz!

Com razão vos chamam Pai dos pobres, remédio de enfermos e consolador de aflitos; pois já quando vivias, e agora por vossas relíquias e imagens, fazei em todos mil maravilhas.  Suplico-vos, Pai meu amoroso, que, tendo pena de minha dolências, useis comigo de vossa misericórdia e me alcanceis de Deus o remédio e consolo que necessito, para que, adorando a Sua Divina Majestade por este e os demais benefícios que me tem feito por vossa intercessão, juntamente lhe dê graças pelo particular favor que peço, e espero me concedas nesta novena, se me convém. Amém.

Nono Dia

Oração:

Amável e excelso Pai meu São João da Cruz, que, por imitar a nosso Divino Redentor, renunciastes até na morte os alívios e consolos, ainda que celestiais, e abraçastes os trabalhos e desprezos, por maiores que fossem, como se viu quando o Senhor vos disse: “João, que prêmio queres por teus trabalhos?”.

E Vos, com generoso e soberano valor, lhe respondestes: ” Senhor, padecer e ser menosprezado por Vós”.  O que foi tão do agrado de sua Divina Majestade, que vos concedeu  morrer desprezado das criaturas, e penando na cruz com cinco chagas, mas honrado e animado com a presença do mesmo criador.  vos suplico, Pai amantíssimo, me alcanceis do Senhor que vos imite durante minha vida, e na morte me aproveite dos méritos de sua Sagrada Paixão, e por ela me perdoe todos os meus pecados, e me conceda a perseverança final em sua graça, mediante a qual possa estar em vossa companhia por toda a eternidade na glória, e também o favor que peço nesta novena, se me convém. Amém. Oração final para todos os dias.

Onipotente Deus e Senhor, que ao bendito São João lhe concedestes ser amante fervoroso dos trabalhos, desprezos e cruz de vosso santíssimo Filho, e uma abnegação perfeita de suas Paixões e apetites;

Concedei-nos, Senhor, por seus méritos e rogos, que, imitando agora suas virtudes, mereçamos no céu ser companheiros de sua glória pelos séculos dos séculos. Amém.

“Sempre mantém-vos unido a Santa Igreja Católica, porque somente ela pode salvar-vos, porque somente ela possui a Jesus Sacramentado, que é o verdadeiro Príncipe da Paz.      Fora da Igreja Católica, não há salvação, ela vos dá o batismo, o perdão dos pecados, o Corpo, o Sangue, a Alma, e a Divindade de Jesus Cristo, concedendo-vos por tanto a vida eterna; e todos os santos sacramentos para levar uma vida de santidade.” Santo Pio de Pietrelcina.

PENSAMENTOS DE SÃO JOÃO DA CRUZ

São João da Cruz nasceu em Fontiveros, na Espanha, em 1542. Seu pai era rico e casou com uma moça pobre e por isso foi deserdado. João entrou para o Carmelo com 21 anos, tomando o nome de João de São Matias. Em 1567, João tinha 25 anos e tinha sido recém- ordenado sacerdote, quando conheceu Santa Teresa que lhe propôs a reforma do ramo masculino do Carmelo (ela ja tinha iniciado a reforma feminina). João aceita a proposta e em 1568 inicia a reforma. Troca o nome para João da Cruz e passa a viver com outros freis na mais radical pobreza e contemplação.
Mais tarde João foi preso, pelos antigos Carmelitas que não queriam a reforma. Passou 9 meses na prisão, sendo tratado com extrema dureza. João costumava pedir a Deus três coisas: que Ele não o deixasse passar um só dia sem sofrimento, que não o deixasse morrer ocupando o cargo de superior e que lhe permitisse morrer humilhado e desprezado. João da Cruz morreu em 1591 com 49 anos de idade.

PENSAMENTOS DE SÃO JOÃO DA CRUZ:

“O Verbo Filho de Deus, juntamente com o Pai e o Espirito Santo, está essencial e realmente escondido no íntimo de cada ser.”

“Se está em mim aquele a quem minha alma ama, como não o encontro nem o sinto? É por estar ele escondido. Mas não te escondas também; assim podes encontrá-lo e senti-lo…”

“Teu Amado esposo é o tesouro escondido no campo de tua alma, pelo qual o sábio comerciante deu todas as suas riquezas.”

“Nisto tens motivo de grande gozo e alegria, vendo como todo o teu bem – a tua esperança – se encontra tão perto de ti, ou melhor, está dentro de ti, e tu não podes viver sem ele.”

“O demônio teme a alma unida a Deus como ao próprio Deus.”

“O amor consiste em despojar-se e desapegar-se, por Deus, de tudo o que não é Ele.”

“Como acontece aos bem-aventurados no céu: uns vêem mais a Deus e outos menos, mas todos o contemplam e estão felizes, porque cada um pode satisfazer a própria capacidade.”

“Para possuir Deus plenamente, é preciso nada ter; porque se o coração pertence a Ele, não pode voltar-se para outro.”

“Para buscar a Deus, requer-se um coração despojado e forte, livre de tudo o que não é puramente Deus.”

“Afeiçoar-se ao mesmo tempo a Deus e a criatura são coisas contrárias: não podem existir numa só pessoa.”

“Deus é inacessível. Não repares, portanto, no que as tuas faculdades podem compreender, nem teus sentidos experimentar, para que não te satisfaças com menos e assim perderes a presteza necessária para chegar a Ele.”

“A criatura atormenta, e o espírito de Deus gera alegria.”

“Há uma distância infinita entre o ser divino e o ser das criaturas, por isso é impossível à inteligência, por si só, atingir a Deus.”

“Que felicidade o homem poder libertar-se de dua sensualidade! Isto não pode ser bem compreendido, a meu ver, senão por quem o experimentou. Só então verá claramente como era miserável a escravidão em que se estava.”

“Adquire-se a sabedoria através do amor, do silêncio e da mortificação; grande sabedoria é saber calar e não inserir-se em ditos ou fatos e na vida alheia.”

“A purificação que leva a alma à união com Deus, é noite: – quanto ao ponto de partida, pois a alma priva-se do prazer de todas as coisas do mundo; – quanto ao caminho a tomar – a fé; noite verdadeiramente escura para o entendimento; – quanto ao termo ao qual a alma se destina – Deus; ser incompreensivel e infinitamente acima de nossas faculdades.”

“É inegável que a alma chega ao conhecimento de Deus, antes pelo que ele não é do que pelo que ele é.”

“O amor não consiste em sentir grandes coisas, mas em despojar-se e sofrer pelo Amado.”

“É próprio do perfeito amor nada querer admitir ou tomar para si, nem atribuir-se coisa alguma, mas tudo referir ao Amado. Se nos amores da terra é assim, quanto mais no amor de Deus.”

“Sofrer por Deus é melhor que fazer milagres.”

“Quem não busca a cruz de Cristo não busca a glória de Cristo.”

“A alma que quer que Deus se lhe entregue inteiramente há de se entregar toda sem reservar nada para si.”

“Quando tiveres algum aborrecimento e desgosto, lembra-te de Cristo crucificado e cala-te.”

“Alma formosíssima entre todas as criaturas, que tanto desejas saber o lugar onde está teu Amado, a fim de o buscares e a ele te unires. Já te foi dito que és tu mesma o aposento onde ele mora, e o recôndito esconderijo em que se oculta.”

“Nisto tens motivo de grande gozo e alegria, vendo como todo o teu bem – a tua esperança – se encontra tão perto de ti, ou melhor está dentro de ti, e tu não podes viver sem ele.”

“Em teu recolhimento interior, regozija-te com ele, pois ele está muito perto de ti”.

“O amor não cansa nem se cansa.”

“Onde não há amor, põe amor e colherás amor.”

“Para se progredir, o que mais se necessita é saber calar diante de Deus… a linguagem que ele melhor ouve é a do silêncio de amor.”

“No ocaso da vida serás examinado sobre o amor.

“Para a pessoa crescer na contemplação até chegar à união com Deus, deverão ficar de lado, e em silêncio, todos os meios e exercícios sensíveis das faculdades humanas.”

“Ora, não há maior grandeza para a alma do que ser igualada a Deus. Por isso, ele se serve somente do amor da alma, pois é próprio do Amor igualar o que ama com o objeto amado.”

“Para Deus, amar a alma é, de certa maneira, integrá-la em si mesmo, igualando-a consigo; ama, então, essa alma, nele e com ele, com o próprio amor com que ele se ama.”

“Aprende a amar a Deus como ele quer ser amado.”

“Quando tiveres teus desejos apagados, tuas afeições na aridez e angústias, e tuas faculdades incapazes de qualquer exercício interior, não sofras por isso; considera-te feliz por estares assim. É Deus que te vai livrando de ti mesmo, e tirando-te das mãos todas as coisas que possuis.”

“O progresso da pessoa é maior quando ela caminha às escuras e sem saber”.

“À medida que Deus prova o espírito e o sentido, a pessoa vai adquirindo, com sofrimento, virtudes, forças e perfeição.”

“Enquanto a pessoa não se despojar de tudo, não terá capacidade para receber o Espírito de Deus em pura transformação.”

“O que busca satisfação em alguma coisa não está livre para que Deus o plenifique de seu inefável sabor.”

“Ainda que estejas no sofrimento, não queiras fazer a tua vontade, pois terás assim o dobro de sofrimento.”

“Quanto mais Deus quer-se dar, tanto mais desperta em nós o desejo dele, até deixar-nos vazios para encher-nos de seus bens.”

“A amplidão do deserto ajuda muito o espírito e o corpo. O Senhor se compraz quando também o espírito tem o seu deserto.”

“Sofrer por Deus é melhor que fazer milagres.”

“É humilde quem se esconde no seu nada e sabe abandonar-se em Deus.”

“Põe a atenção amorosamente em Deus, sem ambição de querer sentir ou entender coisa particular a seu respeito.”

“Quando a alma deseja a Deus com toda a sinceridade, já possui o seu Amado.”

“Abandone-se a alma nas mãos de Deus e não queira ficar em suas próprias mãos; fazendo assim e deixando livres as potências, caminhará segura.”

“Quem não busca a cruz de Cristo não busca a glória de Cristo.”

“Quando tiveres algum aborrecimento e desgosto, lembra-te de Cristo crucificado e cala.”

“Queres alguma palavra de consolação? Olha o meu Filho, submisso, humilhado, por meu amor, e verás quantas palavras te responde.”

“Não é bem orientado o espírito que quer caminhar por doçuras e facilidades, fugindo de imitar a Cristo.”

“A pessoa crucificada interior e exteriormente com Cristo viverá feliz e satisfeita e, na paciência, possuirá a sua alma.”

“Não te detenhas em coisas mesquinhas, nem repares nas migalhas que caem da mesa de teu Pai. Sai, e gloria-te em tua glória; esconde-te nela e aí goza, e alcançarás os pedidos de teu coração.”

“O amor é a união do Pai e do Filho: e assim é a união da alma com Deus.”

“Embora a alma tenha altíssimas revelações divinas, a mais elevada contemplação, a ciência de todos os mistérios… se lhe falta amor, de nada lhe servirá para unir-se a Deus.”

“Deus só coloca sua graça e predileção numa alma, na medida da vontade e do amor da mesma alma.”

“Quando a alma se acha livre e purificada de tudo, em união com Deus, nenhuma coisa poderá aborrecê-la. Daqui se origina para ela, neste estado, o gozo de uma contínua suavidade e tranqüilidade, que ela nunca perde nem jamais lhe falta.”

“Como a alma já possui, enfim, perfeito amor, é chamada Esposa do Filho de Deus.”

Tal é a alma que está enamorada de Deus. Não pretende vantagem ou prêmio algum a não ser perder tudo e a si mesma, voluntariamente, por Deus, e nisto encontra todo o seu lucro.”

“Não basta que Deus que nos ame para dar-nos virtudes; é preciso que, de nossa parte, também o amemos, a fim de podermos recebê-las e conservá-las.”

“É próprio do perfeito amor nada querer admitir ou tomar para si, nem atribuir-se coisa alguma, mas tudo referir ao Amado. Se nos amores da terra é assim, quanto mais no amor de Deus.”

“Para Deus, amar a alma é, de certa maneira integrá-la em si mesmo, igualando-a consigo; ama, então, essa alma, nele e com ele, com o próprio amor com que se ama.”

“O olhar de Deus produz na alma quatro bens, isto é, a purificam, a favorecem, a enriquecem e a iluminam. É como o sol que, dardejando na terra os seus raios, seca, aquece, embeleza e faz resplandecer os objetos.”

“Não fujas dos sofrimentos, porque neles está a tua saúde.”

“Amado meu, tudo o que é difícil e trabalhoso o quero para mim, e tudo o que é suave e saboroso o quero para ti.”

“Na união com o Amado, a alma verdadeiramente se rejubila e louva a Deus, com o mesmo Deus, e assim este louvor é perfeitíssimo e muito agradável a ele.”

“Oh, que bens serão aqueles que gozaremos com o olhar da SANTÍSSIMA TRINDADE!”

“Deus quer mais de ti um mínimo de obediência e docilidade do que todas as ações que realizas por ele”.

“O falar distrai e o silêncio na ação leva ao recolhimento e dá força ao espírito.”

“Nenhuma representação ou imaginação serve de meio próximo para a união com Deus; portanto, deve a alma despojar-se de todas elas.”

“Aprendam a permanecer em Deus, com atenção amorosa, com calma, sem se preocuparem com a imaginação e com as imagens que ela forma. Assim, as faculdades descansam e não atuam; recebem passivamente a ação divina.”

“Grande mal é olhar mais para os bens de Deus do que para o próprio Deus. Ele pede oração e despojamento.”

“Ao que está desprendido, não lhe pesam cuidados, na hora da oração ou fora dela.”

“Para entrar no caminho do espírito (que é a contemplação) deve a pessoa espiritual deixar o caminho da imaginação e da meditação sensível.”

“O Senhor se comunica passivamente ao espírito, assim como a luz se comunica passivamente a quem não faz mais que abrir os olhos para recebê-la.”

“Suma da perfeição: Esquecimento do criado, memória do Criador, atenção ao interior e estar amando o Amado.”

“Olha que Deus só reina numa alma pacificada e desinteressada.”

“Deus está portanto escondido na alma e ali o há de buscá-lo com amor o bom contemplativo.”

“É pois de notar, que o amor é a inclinação da alma e a força e a virtude que ela tem para ir a Deus, por que é mediante o amor que a alma se une com Deus.”

“O afeto e o apego da alma à criatura torna-a semelhante a esta mesma criatura. Quanto maior a afeição, maior a identidade e semelhança, por que é próprio do amor tornar aquele que ama semelhante ao amado.”

“O centro da alma é Deus, e quando ela houver chegado a ele segundo toda a sua capacidade, atingirá o seu último e mais profundo centro, o que se verificará quando com todas as suas forças conhece e ama a Deus.”

“Uma transformação no Amado, na qual ambas as partes se cedem reciprocamente, transferindo cada uma a posse de si para a outra, com uma certa consumação de união amorosa, na qual a alma se torna divina e deus por participação.”

“Que mais queres, ó alma, e que mais buscas fora de ti, se encontras em teu próprio ser a riqueza, a satisfação, a fartura e o reino, que é teu Amado a quem procuras e desejas?”

“Em teu recolhimento interior, regozija-te com ele, pois ele está muito perto de ti.”

“A alma que verdadeiramente ama a Deus não deixa de fazer o que pode para achar o Filho de Deus, seu Amado. Mesmo depois de haver empregado todos os esforços, não se contenta e julga não ter feito nada.”

“Ó Senhor, Deus meu! Quem te buscará com amor tão puro e singelo que deixe de te encontrar, conforme o desejo de sua vontade, se és tu o primeiro a mostrar-te e a sair ao encontro daqueles que te desejam?”

“A alma que busca a Deus e permanece em seus desejos e comodismo, busca-o de noite, e, portanto, não o encontrará. Mas quem o busca através das obras e exercícios da virtude, deixando de lado seus gostos e prazeres, certamente o encontrará, pois o busca de dia.”

“Quando a pessoa abre e se liberta de todo condicionamento, e une perfeitamente sua vontade a de Deus, transforma-se naquele que lhe comunica o ser sobrenatural, de tal maneira que se parece com o próprio Deus e se deixa possuir totalmente por ele.”

“O amor consiste em despojar-se e desapegar-se, por Deus, de tudo o que não é ele.”

“A pessoa, cujo estado de perfeição não corresponde à sua própria capacidade, jamais gozará da verdadeira paz e satisfação, porque, em suas faculdades, não chegou ainda àquele grau de despojamento, que se requer para a simples união.”

“Nesta desnudez acha o espírito sua quietação e descanso, pois nada cobiçando, nada o fatiga para cima e nada o oprime para baixo, por estar no centro de sua humildade. Porque quando alguma coisa cobiça, nisto mesmo se cansa e atormenta.”

“Quanto mais a pessoa se aproxima de Deus, mais profundas são as trevas que sente, e maior a escuridão, por causa de sua própria fraqueza. Assim, quanto mais alguém se aproxima do sol, sentirá, com seu grande resplendor, maior obscuridade e sofrimento, em razão da fraqueza e incapacidade de seus olhos.”

“Quem não procura senão a Deus não anda nas trevas, por mais fraco e pobre que seja”.

“Todo poder e liberdade do mundo, comparados com a soberania e a independência do espírito de Deus, são completa servidão, angústia e cativeiro.”

“Deus é inacessível. Não repares, portanto, no que as tuas faculdades podem compreender, nem teus sentidos experimentar, para que não te satisfaças com menos e assim perderes a presteza necessária para chegar a ele.”

“As visões e apreensões dos sentidos não têm proporção alguma com Deus: não podem servir de meio para a união com ele.”

“Quando a pessoa ama alguma coisa fora de Deus, torna-se incapaz de se transformar nele e de se unir a ele.”

“A criatura atormenta, e o Espírito de Deus gera alegria.”

“A mosca que pousa no mel não pode voar; a alma que fica presa ao sabor do prazer sente-se impedida em sua liberdade e contemplação.”

“O caminho da vida é de muito pouco ativismo e barulho. Requer mais mortificação da vontade do que muito sabe. Caminhará mais quem carregar consigo menos coisas e desejos.”

“A fé e o amor são os dois guias de cego que te conduzirão, através de caminhos desconhecidos, até os segredos de Deus.”

“O caminho que conduz a vós, Senhor, é caminho santo que se percorre na pureza da fé.”

“A esperança em Deus só pode ser perfeita quando se afasta da memória tudo o que se contrapõe a Deus.”

“O amor não consiste em sentir grandes coisas, mas em despojar-se e sofrer pelo Amado.”

“Por causa de prazeres passageiros, sofrem-se grandes tormentos eternos.”

“Criatura alguma merece amor senão pelo bem que nela há. Amar desse modo é amar segundo a vontade de Deus e com grande liberdade; e se este amor nos une à criatura, mais fortemente ainda nos une ao Criador.”

“Quanto mais se acredita em Deus e se serve a ele sem testemunhos e sinais, tanto mais ele é exaltado pelo homem.”

“Para quem ama, a morte não pode ser amarga, pois nela se encontram todas as doçuras e alegrias do amor. Sua lembrança não é triste, mas traz alegria. Não apavora nem causa sofrimento, pois é o término de todas as dores e o início de todo bem.”

“Quando tiveres teus desejos apagados, tuas afeições na aridez e angústias, e tuas faculdades incapazes de qualquer exercício interior, não sofras por isso; considera-te feliz por estares assim. É Deus que te vai livrando de ti mesmo, e tirando-te das mãos todas as coisas que possuis.”

“O progresso da pessoa é maior quando ela caminha às escuras e sem saber.

“À medida que Deus prova o espírito e o sentido, a pessoa vai adquirindo, com sofrimento, virtudes, forças e perfeição.”

“Enquanto a pessoa não se despojar de tudo, não terá capacidade para receber o Espírito de Deus em pura transformação.”

“O que busca satisfação em alguma coisa não está livre para que Deus o plenifique de seu inefável sabor.”

“Ainda que estejas no sofrimento, não queiras fazer a tua vontade, pois terás assim o dobro de sofrimento.”

“Quanto mais Deus quer-se dar, tanto mais desperta em nós o desejo dele, até deixar-nos vazios para encher-nos de seus bens.”

“A amplidão do deserto ajuda muito o espírito e o corpo. O Senhor se compraz quando também o espírito tem o seu deserto.”

“Põe a atenção amorosamente em Deus, sem ambição de querer sentir ou entender coisa particular a seu respeito.”

“Quando a alma deseja a Deus com toda a sinceridade, já possui o seu Amado”.

“Abandone-se a alma nas mãos de Deus e não queira ficar em suas próprias mãos; fazendo assim e deixando livres as potências, caminhará segura.”

“Quem não busca a cruz de Cristo não busca a glória de Cristo.”

“Não é bem orientado o espírito que quer caminhar por doçuras e facilidades, fugindo de imitar a Cristo.”

“Se quiseres chegar a possuir Cristo, jamais o busques sem a cruz.”

“Não te detenhas em coisas mesquinhas, nem repares nas migalhas que caem da mesa de teu Pai. Sai, e gloria-te em tua glória; esconde-te nela e aí goza, e alcançarás os pedidos de teu coração.”

“O olhar de Deus é amar e conceder favores.”

“Quando a alma se acha livre e purificada de tudo, em união com Deus, nenhuma coisa poderá aborrecê-la. Daqui se origina para ela, neste estado, o gozo de uma contínua suavidade e tranqüilidade, que ela nunca perde nem jamais lhe falta.”

“O falar distrai e o silêncio na ação leva ao recolhimento e dá força ao espírito.”

“Nenhuma representação ou imaginação serve de meio próximo para a união com Deus; portanto, deve a alma despojar-se de todas elas.”

“Aprendam a permanecer em Deus, com atenção amorosa, com calma, sem se preocuparem com a imaginação e com as imagens que ela forma. Assim, as faculdades descansam e não atuam; recebem passivamente a ação divina.”

“Ao que está desprendido, não lhe pesam cuidados, na hora da oração ou fora dela”.

“Para entrar no caminho do espírito (que é a contemplação) deve a pessoa espiritual deixar o caminho da imaginação e da meditação sensível.”

“O Senhor se comunica passivamente ao espírito, assim como a luz se comunica passivamente a quem não faz mais que abrir os olhos para recebê-la.”

“É humilde quem se esconde no seu nada e sabe abandonar-se em Deus.”

“Não se contentar com o que diz o confessor é orgulho e falta de fé.”

“Sem o amor nada são todas as obras reunidas.”

“O mais leve movimento de uma alma animada de puro amor é mais proveitoso à Igreja do que todas as demais obras reunidas.”

“Meus são os Céus e minha é a Terra, meus são os homens, e os justos são meus; e meus são os pecadores. Os Anjos são meus, e a Mãe de Deus, todas as coisas são minhas. O próprio Deus é meu e para mim, pois Cristo é meu e todo para mim.” (Sobre a Eucaristia)

“Não faça coisa alguma, nem diga palavra alguma, que Cristo não faria ou não diria se encontrasse nas mesmas circunstâncias.”

“Nada peça a não ser a cruz, e precisamente sem consolação, pois isso é perfeito.”

“Renuncie aos desejos e encontrará o que seu coração deseja.”

“Quem se queixa ou murmura não é cristão perfeito, nem mesmo bom cristão.”

“Um coração puro encontra em tudo o conhecimento de Deus.”

“As criaturas são vestígios das pegadas de Deus, pelas quais se reconhece sua grandeza, poder e sabedoria.”

“Os incomensuráveis bens de Deus só podem ser acolhidos por um coração vazio.”

“O Verbo Filho de Deus, juntamente com o Pai e o Espírito Santo, está essencialmente e realmente escondido no íntimo de cada ser.”

“É em teu próprio ser que podes desejá-Lo e adorá-Lo – não o procures fora de ti porque te distrairás e cansarás. Não o encontrarás nem gozarás dele com maior segurança, nem mais depressa, nem mais de perto, do que dentro de ti mesmo.”

“O estado de união consiste na transformação total da vontade humana na divina, de modo que nela nada haja de contrário a essa vontade, mas seja sempre movida, em tudo, pela vontade de Deus. Por isso dizemos que, nesse estado, as duas vontades formam uma só – a de Deus.”

“Dar tudo pelo Tudo.”

“Quem souber morrer a tudo terá vida em tudo.”

“Para o homem de coração puro, tudo se transforma em mensagem divina.”

“Adquire-se a sabedoria através do amor, do silêncio e da mortificação; grande sabedoria é saber calar e não inserir-se em ditos ou fatos e na vida alheia.”

“A alma que quer que Deus se lhe entregue inteiramente, há de se entregar toda sem reservar nada para si.”

Anúncios