Archive for 22 de janeiro de 2009

TERÇO DAS 7 ALEGRIAS DE NOSSA SENHORA

janeiro 22, 2009
A COROA DAS SETE ALEGRIAS DE NOSSA SENHORA – O ROSÁRIO FRANCISCANO

A Coroa das Sete Alegrias de Nossa Senhora, chamada também de Coroa Seráfica ou Rosário Franciscano, compõe-se de sete mistérios, com um Pai-nosso, dez Ave-Marias e um Glória ao Pai, em honra das sete alegrias de Nossa Senhora substanciadas nos seguintes principais mistérios:

1. Encarnação do Verbo divino;
2. Visitação da Mãe de Deus à sua prima santa Isabel;
3. Nascimento de Jesus;
4. Adoração prestada ao Divino Infante pelos três reis magos;
5. Encontro de Jesus no Templo;
6. Jubilosa Ressurreição do Salvador;
7. Coroação da Virgem Imaculada no céu.

Forma de rezar a Coroa Franciscana:

1° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
em Vossas Puríssimas Entranhas Encarnou o Verbo Divino

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai + Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÃE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

2° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
Visitastes a Vossa Prima Santa Isabel e foi Santificado o Glorioso Baptista

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÃE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

3° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
Vistes O Vosso Divino Filho Nascido no Presépio

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÂE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

4° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSIMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
Vistes O Vosso Divino Filho Adorado pelos Magos do Oriente

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÃE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

5° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSIMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
Achastes O Vosso Divino Filho entre os doutores

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÃE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

6° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSIMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO…
Vistes O Vosso Divino Filho Glorioso e Ressuscitado

POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÓRDIA; VIRGEM MARIA MÃE DE DEUS E MÃE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÓRDIA )

7° MISTÉRIO

NÓS VOS ACOMPANHAMOS, VIRGEM SANTÍSSMA NA ALEGRIA QUE TIVESTES QUANDO… fostes coroada Rainha dos Céus e da terra, da Santa Igreja de Cristo e advogada dos pecadores
POR ESTE MISTÉRIO VOS PEÇO QUE NOS ALCANCEIS O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS E A GRAÇA DE IMITAR AS VOSSAS SANTÍSSIMAS VIRTUDES

(1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai+ Antífona: MEU JESUS MISERICÒRDIA; VIRGEM MARIA MÂE DE DEUS E MÂE NOSSA; ALCANÇAI-NOS DO VOSSO AMADO FILHO, GRAÇA E MISERICÒRDIA )
oração final

 

Ó Maria Santíssima, nós vos oferecemos estas orações em reverência das grandes alegrias que tivestes e de tua triunfante aparição sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Concedei-nos que nos ocupemos em buscar sempre Jesus, e não consintais que nos afastemos de Sua graça. Amém!
 
Anúncios

O Credo de Santo Atanásio

janeiro 22, 2009

 

O Credo de Santo Atanásio foi divulgado por Santo Ambrósio, foi incluído na liturgia, é autêntica profissão de fé e é totalmente reconhecido pela Santa Igreja Católica.

1. Quem quiser salvar-se deve antes de tudo professar a fé católica.
2. Porque aquele que não a professar, integral e inviolavelmente, perecerá sem dúvida por toda a eternidade.
3. A fé católica consiste em adorar um só Deus em três Pessoas e três Pessoas em um só Deus.
4. Sem confundir as Pessoas nem separar a substância.
5. Porque uma so é a Pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo.
6. Mas uma só é a divindade do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, igual a glória, coeterna a majestade.
7. Tal como é o Pai, tal é o Filho, tal é o Espírito Santo.
8. O Pai é incriado, o Filho é incriado, o Espírito Santo é incriado.
9. O Pai é imenso, o Filho é imenso, o Espírito Santo é imenso.
10. O Pai é eterno, o Filho é eterno, o Espírito Santo é eterno.
11. E contudo não são três eternos, mas um só eterno.
12. Assim como não são três incriados, nem três imensos, mas um só incriado e um só imenso.
13. Da mesma maneira, o Pai é onipotente, o Filho é onipotente, o Espírito Santo é onipotente.
14. E contudo não são três onipotentes, mas um só onipotente.
15. Assim o Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus.
16. E contudo não são três deuses, mas um só Deus.
17. Do mesmo modo, o Pai é Senhor, o Filho é Senhor, o Espírito Santo é Senhor.
18. E contudo não são três senhores, mas um só Senhor.
19. Porque, assim como a verdade cristã nos manda confessar que cada uma das Pessoas é Deus e Senhor, do mesmo modo a religião católica nos proíbe dizer que são três deuses ou senhores.
20. O Pai não foi feito, nem gerado, nem criado por ninguém.
21. O Filho procede do Pai; não foi feito, nem criado, mas gerado.
22. O Espírito Santo não foi feito, nem criado, nem gerado, mas procede do Pai e do Filho.
23. Não há, pois, senão um só Pai, e não três Pais; um só Filho, e não três Filhos; um só Espírito Santo, e não três Espíritos Santos.
24. E nesta Trindade não há nem mais antigo nem menos antigo, nem maior nem menor, mas as três Pessoas são coeternas e iguais entre si.
25. De sorte que, como se disse acima, em tudo se deve adorar a unidade na Trindade e a Trindade na unidade.
26. Quem, pois, quiser salvar-se, deve pensar assim a respeito da Trindade.
27. Mas, para alcancar a salvacão, é necessário ainda crer firmemente na Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo.
28. A pureza da nossa fé consiste, pois, em crer ainda e confessar que Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, é Deus e homem.
29. É Deus, gerado na substância do Pai desde toda a eternidade; é homem porque nasceu, no tempo, da substância da sua Mãe.
30. Deus perfeito e homem perfeito, com alma racional e carne humana.
31. Igual ao Pai segundo a divindade; menor que o Pai segundo a humanidade.
32. E embora seja Deus e homem, contudo não são dois, mas um só Cristo.
33. É um, não porque a divindade se tenha convertido em humanidade, mas porque Deus assumiu a humanidade.
34. Um, finalmente, não por confusão de substâncias, mas pela unidade da Pessoa.
35. Porque, assim como a alma racional e o corpo formam um só homem, assim também a divindade e a humanidade formam um só Cristo.
36. Ele sofreu a morte por nossa salvação, desceu aos infernos e ao terceiro dia ressuscitou dos mortos.
37. Subiu aos Ceus e está sentado a direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
38. E quando vier, todos os homens ressuscitarão com os seus corpos, para prestar conta dos seus atos.
39. E os que tiverem praticado o bem irão para a vida eterna, e os maus para o fogo eterno.
40. Esta é a fé católica, e quem não a professar fiel e firmemente não se poderá salvar”

 

 

Coloborador: David Bravo

DOGMA DA MÃE DE DEUS

janeiro 22, 2009

       MARIA SANTISSIMA É THEOTOKOS

 Resumidamente, podemos dizer que Nossa Senhora é Mãe de Deus e não da divindade. Ou seja, Ela é Mãe de Deus por ser Mãe de Nosso Senhor, pois as duas naturezas (a divina e a humana) estão unidas em Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Santa Igreja Católica no primeiro dia do ano civil dedica e consagra à Virgem Maria o ano que se inicia a esta belíssima e mais importante invocação,pelo qual nos colocamos debaixo da proteção da Grande Mãe de Deus e à ela entregamos o ano novo que nasce.

 A heresia de negar a maternidade divina de Nossa Senhora é muito anterior aos protestantes. Ela nasceu com Nestório, então bispo de Constantinopla. Basta um pequeno raciocínio para reconhecer como necessária a maternidade Divina da Santíssima Virgem: Nosso Senhor morreu como homem na Cruz (pois Deus não morre), mas nos redimiu como Deus, pelos seus méritos infinitos. Ora, a natureza humana de Nosso Senhor e a natureza divina não podem ser separadas, pois a Redenção não existiria se Nosso Senhor tivesse morrido apenas como homem. Logo, Nossa Senhora, Mãe de Nosso Senhor, mesmo não sendo mãe da divindade, é Mãe de Deus, pois Nosso Senhor é Deus. Se negarmos a maternidade de Nossa Senhora, negaremos a redenção do gênero humano ou cairíamos no absurdo de dizer que Deus é mortal!

Esta verdade de fé constitui-se no primeiro Dogma da Santíssima Virgem Maria,o primeiro a ser proclamado e o mais antigo,desde os primórdios Nossa Senhora era invocada como  Theotokos(termo grego),aquela que gerou Deus segundo a carne humana,este privilégio singular só foi concedido à Virgem Santíssima.

Este Dogma foi definido no I Concílio de Éfeso que foi uma reunião de líderes cristãos que se desenrolou, em cinco sessões, entre 22 de Junho e 31 de Julho de 431 na cidade de Éfeso na Turquia. Foi convocado pelo Papa Celestino I e teve como resultados a condenação da heresia  de Nestório( Nestório era um bispo que negava que Nossa Senhora era Mãe de DEUS) e a proclamação de Maria, mãe de Jesus, como MÃE DE DEUS(THEOTOKOS).

Nessa reunião, os bispos proclamaram o “Dogma da Maternidade Divina de Maria”, uma tentativa de pôr fim às heresias da época, como o arianismo e proporcionar o reconhecimento pelos cristão de que a mãe de Jesus Cristo havia gerado em seu ventre não apenas o Cristo como homem, mas também o Cristo como Deus.

Dizer que Maria não é Mãe de Deus é dizer que Jesus não é Deus pois o Dogma da Maternidade Divina é totalmente Cristológico.Portanto este Dogma mais do que todos nos direciona a Jesus Cristo que é verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Infelizmente vemos muitos dos nossos irmão rezando a oração da Ave Maria de forma errada,muitos na segunda parte rezam: “Santa Maria mãe de Jesus…”Sim Maria é a mãe de Jesus,mas ela é a também mãe de Deus pois Jesus é verdadeiro Deus e verdadeiro homem.Concebido pelo Espírito Santo no seio da Imaculada Virgem.

Quero encerrar esta meditação sobre este título da Virgem que é o mais glorioso e o mais importante e é o que tenho grande afeição,com as belas palavras de São Cirilo de Alexandria grande defensor do dogma da Theotokos:

“Viva Maria, Mãe de Deus! Foi vencido o inimigo da Virgem! Viva a grande, a augusta, a gloriosa Mãe de Deus!”

 

Em memória desta solene definição, o Concílio de Éfeso (431) juntou à saudação Angélica (oração da Ave Maria) estas palavras simples e expressivas: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte.”

 

 

QUE MARIA A GRANDE THEOTOKOS NOS ABENÇOE E NOS CUBRA COM SEU MANTO NESTE NOVO ANO QUE SE INICIA, POIS DEBAIXO DA PROTEÇÃO DA VIRGEM SANTÍSSIMA ESTAREMOS SEGUROS!!!!

FELIZ E ABENÇOADO 2009!!!!!!!!!!!!

                                  Salve Maria!!!!!!!!!!

 

Colaborador: David Bravo