A GRANDE PROMESSA-CORAÇÃO DE JESUS PRIMEIRAS SEXTAS FEIRAS DO MES

ORIGEM DA DEVOÇÃO

Na  sexta-feira depois da oitava da festa do Corpo de Deus, a Igreja celebra a  festa do Sagrado Coração de Jesus. De acordo com os  desejos de Nosso  Senhor, manifestados  a  Santa Margarida Maria Alacoque, deve ser dia de reparação, pela ingratidão, frieza, desprezo e sacrilégios que muitas vezes sofreu na Eucaristia, por parte de maus  cristãos, e às vezes até por parte de pessoas que se presumem piedosas.  Em todas as igrejas se fazem neste  dia, solenes atos coletivos de reparação. Para estimular os cristãos e retribuir com amor tantas e tão grandes provas de amor do divino Coração de Jesus, dedicou à sua veneração, não só a primeira sexta-feira de cada mês, mas também um mês inteiro, o mês de junho. 

O Sagrado Coração de Jesus, na “GRANDE PROMESSA”, concedeu a inestimável graça da perseverança final aos que comungarem na primeira sexta-feira de  nove meses seguidos. Pelo que  se introduziu o exercício de devoções em honra do Sagrado Coração, na primeira  sexta-feira de cada mês. Além da graça prometida, ganha-se uma indulgência plenária (Comunhão, reparação, oração e meditação por algum tempo sobre a infinita bondade do Sagrado Coração).

AS PROMESSAS

*Dar-lhes-ei todas as graças  necessárias ao seu estado.

Porei paz em suas famílias.

*Consolá-los-ei em todas as  suas aflições.

* Serei o seu refúgio na vida e principalmente na morte.

Derramarei abundantes bênçãos sobre todas as suas empresas .

*Os pecadores acharão no meu Coração o manancial e o oceano infinito de misericórdia.

*As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas.

* As  almas fervorosas| altear-se-ão, rapidamente, às eminências da perfeição.

* Abençoarei as casas, onde se expuser e venerar a imagem do meu Sagrado Coração.

* Darei aos sacerdotes o dom de abrandarem os corações mais endurecidos.

*As pessoas  que propagarem estas devoção, terão os seus nomes escritos no meu Coração, para nunca dele  serem apagados.

A GRANDE PROMESSA:  Prometo-te, pela excessiva misericórdia e pelo amor todo-poderoso do meu Coração, conceder  a todos que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a  graça da penitência final, que não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os seus  sacramentos, e que o meu divino Coração lhes será seguro asilo nesta última hora.

 

 

 

 

 

                                 No dia  16 de junho de  1675, durante uma exposição do Santíssimo Sacramento, Nosso Senhor apareceu a Santa Margarida Maria Alcoque e,  descobrindo seu Coração, disse-lhe:  “Eis o coração que tanto tem amado aos homens e  em recompensa não recebe, da maior parte deles, senão ingratidões pelas irreverências e  sacrilégios, friezas e  desprezos que tem por Mim neste Sacramento de Amor”.

CONSAGRAÇÃO AO CORAÇÃO DE JESUS

– Eu (diga seu nome), Vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus Cristo, minha vida, minhas ações, penas e sofrimentos,para não querer mais servir-me de nenhuma parte de meu ser, senão para Vos honrar, amar e glorificar.
– É esta a minha vontade irrevogável: ser todo Vosso e tudo fazer por Vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto Vos possa desagradar.
– Tomo-Vos, pois, ó Sagrado Coração, por único bem de meu amor, protetor de minha vida, segurança de minha salvação, remédio de minha fragilidade e de minha inconstância, reparador de todas as imperfeições de minha vida e meu asilo seguro na hora da morte.
– Sede, o Coração de bondade, minha justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim Sua justa cólera.
– Ó Coração de amor, deposito toda a minha confiança em Vós, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero em Vossa bondade!
– Extingui em mim tudo o que possa desagradar-Vos ou que se oponha à Vossa vontade.
– Seja o Vosso puro amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu esquecer-Vos nem separar-me de Vós.
– Suplico, por todas as Vossas finezas, que meu nome seja escrito em Vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como Vosso escravo. Amém. (Santa Margarida Maria)

 

 

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: